Reabertura do Museu da Bicicleta – Fundação Cultural responde

Olá amigos leitores do Palavra Livre, estamos de volta após um dia de pane geral por conta de motivos profissionais. Pela falta de conteúdo no blog que já alcança bons índices de leitura, recebi vários e-mails. Mais uma vez, perdão.

Agora, em relação à nota que publicamos no dia 5 de maio sobre o Museu da Bicicleta de Joinville, que continua fechado, recebemos e-mail do Coordenador de Comunicação da Fundação Cultural, Aires Zacarias, o qual reproduzimos na íntegra abaixo:

Cumprimentando-o cordialmente, vimos responder seus questionamentos em relação ao Museu da Bicicleta, conforme publicação no seu blog www.palavralivre.com.br/.

Essa Fundação informa que o prédio que hoje abriga o Museu da Bicicleta está tombado pelo Patrimônio Histórico, está sendo restaurado e não reformado. Assim sendo, há um processo diferenciado na obra, para que não haja descaracterização do referido prédio.

Com novos recursos do BNDES, o Museu da Bicicleta ao ser aberto para visitação pública, em data  ainda não definida, oferecerá ótimas condições , num projeto que irá superar a expectativa da nossa sociedade e dos visitantes que aguardam ansiosamente a conclusão dos trabalhos.

A exemplo do prédio central da Estação da Memória ( antiga Estação Ferroviária), existe a preocupação da Fundação Cultural em entregar esse novo espaço num menor espaço de tempo. Alguns entraves burocráticos e legais, às vezes, atrasam o cronograma da referida restauração. A restauração do telhado do antigo prédio de cargas requer técnicas específicas, com madeirame adequado e de ótima qualidade, respeitando sempre o projeto original tombado.

Na expectativa de termos respondido aos seus questionamentos, enviamos nossas saudações, desejando a Vossa Senhoria sucesso na tão nobre missão de bem informar à população joinvilense.

Atenciosamente,

Aires Zacarias da Rosa Filho
Coordenador de Comunicação Social
Fundação Cultural de Joinville”

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.