Centros da Udesc exibem filmes sobre sustentabilidade a partir desta segunda-feira

palavralivre-lixo-zeroEntre 24 e 27 de outubro, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) sediará a mostra Planeta.doc Lixo Zero em Florianópolis, Ibirama, Balneário Camboriú e Joinville. Em novembro, haverá exibições em Laguna.

A ação faz parte da terceira edição do Festival Internacional de Cinema Socioambiental – Planeta.doc em SC, que começou em 21 de outubro e segue até 13 de novembro.

Segundo o coordenador de Cultura da Udesc, Ivan Tonon, consumismo, desigualdade, gestão do lixo e soluções são alguns dos temas abordados e se relacionam a diversos tipos de conhecimento estudados na universidade.

Lista de produções
O documentário “O homem sem impacto” (2009), dos diretores Laura Gabbert e Justin Schein, retrata o dia a dia de uma família. Já o curta “The discarded”, de Annie Costner e Carla Dauden, mostra como o volume alarmante de lixo interfere na vida das pessoas.

O filme “Contenção”, dos diretores Robb Moss e Peter Galison, é uma ficção que aborda a mobilização dos governos em conter milhões de litros de lama radioativa que ameaçam futuras gerações, enquanto “Bag It” investiga os efeitos do plástico no ambiente e na vida humana.

“E-wastland”, dos diretores Lucy Walker e João Jardim, é uma análise sobre o trabalho do artista plástico Vik Muniz no Jardim Gramacho, que fica em Duque de Caxias (RJ) e é um dos maiores aterros sanitários do mundo.

Por sua vez, “Reuse! Porque não se pode reciclar o planeta”, do diretor Alex Eaves, aborda soluções para a reutilização de resíduos e defende que a reciclagem tradicional não é suficiente, mostrando que a ação direta é mais eficaz e fácil.

Mais informações podem ser obtidas na página do evento no Facebook e com a Coordenadoria de Cultura da Udesc pelo telefone (48) 3664-8141, das 13h às 19h, e pelo e-mail ccult.reitoria@udesc.br.

Serviço:
O QUÊ: Exibição de filmes do Planeta.doc Lixo Zero
QUANDO: De 24 a 27 de outubro
ONDE: Florianópolis, Ibirama, Balneário Camboriú e Joinville
QUANTO: Eventos gratuitos

Florianópolis (Udesc Cead, Estúdio Multimídia)
Dia 24, 19h: “Homem sem impacto”
Dia 25, 19h: “Contenção”

Balneário Camboriú (Anfiteatro da Udesc)
Dia 27, 17h30: “The discarded” e “Reuse! Porque não se pode reciclar o planeta”

Ibirama
Dia 25, 18h20 (Green House da Udesc Ibirama): “The discarded” e “Bag it”
Dia 26, 14h (IFC Ibirama): “E- wastland” e “Homem sem Impacto”

Joinville (Auditório da Engenharia Elétrica)
Dia 25, 17h30: “The discarded” e “Reuse! Porque não se pode reciclar o planeta”

Com informações da Ascom/Udesc

Vestibular da Udesc neste domingo (15) reunirá mais de 2 mil candidatos

Neste domingo, 15, a Udesc Joinville aguarda 2.097 candidatos para o Vestibular de Verão 2016. As provas serão realizadas das 9h às 12h30 e das 15h às 19h30.

Além do campus da Udesc, a estrutura da Univille também será utilizada para aplicação do exame. Os vestibulandos devem consultar os locais no site www.vestibular.udesc.br para evitar transtornos.

Nesta edição do vestibular, 3.269 pessoas concorrem às 278 vagas nos nove cursos de graduação oferecidos em Joinville, o maior entre os 12 centros da Udesc no Estado. O curso mais concorrido é o de Engenharia Mecânica, com 26,56 candidatos/vaga.

Conforme o ranking do MEC, a Udesc é a quarta melhor universidade estadual do Brasil entre 46 avaliadas e a 18ª na classificação geral, que tem 192 instituições de ensino superior. Além disso, a Universidade dos Catarinenses é a melhor em graduação de SC.

Orientações aos candidatos
O trânsito na região das universidades pode ficar congestionado no período de entrada e saída dos vestibulandos. Para evitar atrasos, os candidatos devem procurar chegar ao local de prova com pelo menos meia hora de antecedência.

O candidato deve apresentar-se para as provas, munido de documento de identificação original, oficial e com foto, preferencialmente aquele informado no momento da inscrição. O vestibulando também deve utilizar caneta esferográfica em material transparente com tinta azul ou preta.

Os candidatos devem evitar o uso de óculos escuros, boné, chapéu, luvas e similares. O porte ou uso de relógios (de qualquer tipo), calculadoras, pen-drives, tablets, celulares, smartphones e qualquer outro tipo de material eletrônico são expressamente proibidos. Serão utilizados detectores de metais para evitar tais situações.

Não haverá guarda-volumes nos locais de prova e a coordenação do vestibular não se responsabilizará pelo extravio de objetos.

A alimentação dos candidatos durante as provas é permitida, desde que com moderação e bom senso. Os candidatos apenas poderão manipular seus alimentos se estiverem acondicionados em embalagens (sacos plásticos ou potes) transparentes e que não provoquem ruídos para não desconcentrar os demais candidatos. Caso desejem, os candidatos podem portar garrafa de água, desde que seja em embalagem transparente e sem rótulo.

Questões, gabarito e resultado
O Vestibular de Verão terá 50 questões objetivas na prova da manhã, sendo 14 de Biologia, 14 de Matemática, 14 de Português e oito de Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol).

À tarde, haverá redação sobre atualidades e conhecimentos gerais e mais 50 questões objetivas: 14 de Física, 14 de Química, 11 de História e 11 de Geografia.

Os candidatos poderão ter acesso aos arquivos das provas e aos gabaritos a partir das 20h30 de domingo. O prazo para recorrer contra as questões será de dois dias úteis após essa divulgação.

O anúncio da lista dos classificados em primeira chamada ocorrerá até 10 de dezembro no site do vestibular. Já a matrícula dos aprovados nessa chamada deverá ser feita em 4 e 5 de fevereiro.

Com informações da Ascom/Udesc Joinville

Udesc abre inscrições para curso de dramaturgia

A Escola Livre de Artes (ELA) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em parceria com o Circolo Italiano di Joinville, promoverá um curso de dramaturgia, com o professor italiano Salvatore Coppola.

Com o intuito de enriquecer conhecimentos sobre as teorias e história do teatro, desde as origens e técnicas de interpretação aos autores italianos consagrados, a ELA -Escola Livre de Artes da UDESC- Universidade do Estado de Santa Catarina, promove um curso de Dramaturgia gratuito entre os dias 27 de julho a 1º de agosto de 2015.

Serão 50 vagas disponíveis para a comunidade em geral e as inscrições, que são gratuitas, devem ser feitas até sexta-feira, 24 de julho no Circolo Italiano, que fica na Rua Professora Senhorinha Soares, 62, Bairro Anita Garibaldi em Joinville (SC). O curso será dividido em duas turmas: uma nos períodos matutino e noturno, e outra nos períodos vespertino e noturno.

Mais informações pelo telefone 3026-6151 ou no site www.cct.udesc.br.

Com informações da Udesc

Núcleo Rondon da Udesc iniciará Operação Elpídio Barbosa em Joinville e mais cinco cidades no dia 15/7

Núcleo Extensionista Rondon (NER), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), realizará a Operação Elpídio Barbosa em Joinville e mais cinco municípios do Norte Catarinense a partir da próxima quarta-feira, 15, com atividades sociais até 25 de julho.

A abertura da operação ocorrerá às 13h30 do dia 15, na Câmara Municipal de Joinville, na Avenida Herman August Leper, nº 1.100, Bairro Saguaçu. O NER terá quatro equipes na cidade e outras cinco em Barra Velha, Garuva, Guaramirim, Itapoá e São Francisco do Sul.

Cerca de 250 rondonistas, sendo 170 da Udesc (alunos e servidores), farão atividades ligadas às oito áreas temáticas da Política Nacional de Extensão: comunicação; cultura; direitos humanos e justiça; educação; meio ambiente; saúde; tecnologia e produção; e trabalho.

A ação terá membros de oito instituições parceiras: universidades federais da Fronteira Sul (UFFS), Integração Latino-Americana (Unila), Rio Grande do Sul (UFRGS) e Santa Maria (UFSM); Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC); Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas); e Instituto Fazer, do Distrito Federal.

Segundo o coordenador de Extensão da Udesc e do NER, Alfredo Balduíno Santos, a expectativa para a décima operação do núcleo é muito positiva. “As prefeituras dos municípios participantes estarão bem envolvidas nos dez dias de atividades”, destaca.

Sobre o NER
O núcleo já fez nove operações em cinco anos, com quase 1,6 mil extensionistas e 140 mil pessoas atendidas em 76 cidades catarinenses, além de seis do Paraná, cinco de Goiás e uma da Argentina.

Mais informações sobre as atividades da Operação Elpídio Barbosa podem ser obtidas pelo telefone 8402-2158, com Marcos Borges, coordenador da ação em Joinville.

Concurso público da Udesc aceita inscrições para 65 vagas de professor efetivo até sexta-feira (12)

Até sexta-feira, 12, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) receberá inscrições do Concurso Público nº 01/2015, que tem 65 vagas de professor efetivo, com regime de trabalho de 40 horas – inicialmente eram 66 vagas, mas uma delas, na área de Ciência Social Aplicada, foi excluída depois.

Há oportunidades para várias áreas do conhecimento em Balneário Camboriú, Chapecó, Florianópolis, Ibirama, Joinville, Lages, Laguna e Pinhalzinho.

Para se inscrever, os interessados devem ir aos centros de ensino, enviar procurador legalmente constituído ou mandar os documentos via Sedex e pagar taxa de R$ 100.

Os endereços, os horários de atendimento e os requisitos estão no edital. As provas de conhecimento e as avaliações de títulos têm dois cronogramas, com períodos entre 13 e 17 de julho e 20 e 24 de julho, que foram definidos com base nas áreas de conhecimento com vagas.

A remuneração para o regime de trabalho de 40 horas é de R$ 6.114,52 para os candidatos com mestrado e de R$ 7.949,57 para aqueles com doutorado.

Além disso, os professores contratados receberão auxílio-alimentação de R$ 19,50 por dia útil trabalhado. Mais informações podem ser obtidas com as direções de Ensino dos centros, cujos contatos estão disponíveis no edital.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Udesc

Udesc 50 Anos: Solenidade especial no CIC em Florianópolis (SC) marca a data

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) completará meio século de história nesta quarta-feira, 20. A instituição pública, que leva ensino superior gratuito e de qualidade a todas as regiões de SC, é considerada a quarta melhor universidade estadual do Brasil entre 46 avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) e a 18ª no geral entre 192 avaliadas, além de ser a sétima do País na área de graduação e a primeira no Estado.

A Udesc fará uma cerimônia comemorativa nesta quarta-feira, às 19h, no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, como ponto alto da programação dos 50 anos, que terá ações até novembro.

Alunos, servidores, imprensa e o público em geral estão convidados a prestigiar o evento, que distribuirá mil kits para as primeiras pessoas presentes, contendo sacola ecológica, revista, pen drive em formato de cartão e CD da Orquestra Acadêmica da Udesc. As artes gráficas dos materiais foram produzidas por alunos do Laboratório de Design (LabDesign), do Centro de Artes (Ceart), sob orientação dos professores Marc Barreto Bogo e Murilo Scóz.

Na solenidade, os 14 reitores (ou familiares) que estiveram à frente da Udesc nos primeiros 50 anos e as pessoas que contribuíram para o fortalecimento da universidade serão homenageados com a Medalha Governador Celso Ramos.

O evento também fará o lançamento oficial da “Revista Udesc 50 anos: a trajetória da Universidade dos Catarinenses”, que foi editada pela Secretaria de Comunicação (Secom), da universidade, com capa do LabDesign e projeto gráfico e editoração do jornalista Gustavo Cabral Vaz.

O público verá ainda várias apresentações musicais, o documentário do cinquentenário da Udesc, produzido pela TVAL, da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), e uma homenagem ao senador Luiz Henrique da Silveira, que foi professor da universidade nos anos 60 e 70 e faleceu na semana passada, em 10 de maio.

Apresentações musicais

Durante a cerimônia, acadêmicos e professores da Udesc Ceart se apresentarão e mostrarão ao público a importância da universidade na formação de músicos para a sociedade. Haverá apresentações do Cortal da Udesc, com regência do maestro e professor Sérgio Figueiredo; da Orquestra Acadêmica da Udesc, com regência do maestro e professor João Eduardo Titton; e das professoras Alicia Cupani (soprano) e Bernardete Castelan (piano), que também executará uma peça na companhia do professor Luis Cláudio Barros (piano).

Vestibular de Inverno da Udesc bate novo recorde de inscritos

Um total de 9.764 candidatos disputará as 1.064 vagas dos 36 cursos presenciais de graduação do Vestibular de Inverno 2015 da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), novo recorde da instituição nas edições de inverno. As provas serão aplicadas em 31 de maio, em oito municípios catarinenses – os locais de cada cidade serão conhecidos a partir de 20 de maio.

O número de vagas corresponde a 75% do total oferecido para o próximo semestre, já que as demais (25%) serão preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Nos últimos cinco anos a procura pelo Vestibular de Inverno da Udesc esteve perto de duplicar, passando de 5,5 mil candidatos em 2010 para quase 9,8 mil nesta edição. No Vestibular de Verão, a procura foi de 10 mil em 2005 para quase 15 mil no ano passado.

Relação candidato por vaga
Nesta segunda-feira, 11, a Udesc também divulgou a relação candidato por vaga dos 36 cursos de graduação envolvidos no Vestibular de Inverno 2015. O mais concorrido é Medicina Veterinária, em Lages, com 32,26 candidatos por vaga.

Fisioterapia, em Florianópolis, é o segundo colocado, com 31,86 candidatos por vaga, e Engenharia de Petróleo, em Balneário Camboriú, é o terceiro, com 23,03. A lista segue com dois cursos de Joinville: Engenharia Mecânica, com 20,56 candidatos por vaga, e Engenharia Civil, com 19,28.

O novo curso da universidade, de Engenharia Química, em Pinhalzinho, conseguiu um bom desempenho na sua primeira participação no vestibular. A graduação tem 8,96 candidatos por vaga.

Mais informações podem ser obtidas com a Coordenadoria do Vestibular pelos telefones (48) 3321-8098 e 8147, das 13h às 19h, e pelo e-mail vestiba@udesc.br. Acompanhe as notícias pelo Twitter e pelo Facebook.

Com informações da Ascom Udesc e Governo de SC

Sociólogo Manuel Castells estará em Florianópolis no dia 14 de maio e Udesc sorteará ingressos para a palestra

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) realizará uma aula magna com Manuel Castells em Florianópolis, dentro da programação de aniversário dos 50 anos da instituição.

O sociólogo espanhol é um dos pensadores mais influentes do mundo, com obras de referência na discussão das transformações sociais provocadas pelas novas tecnologias no fim do século 20 e no início do século 21.

A conferência de Castells ocorrerá em 14 de maio, às 20h, no Teatro Governador Pedro Ivo. A Udesc sorteará 550 ingressos, sendo 300 para a comunidade acadêmica (alunos regularmente matriculados e servidores) e 250 para a comunidade externa.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site www.udesc.br/manuelcastells até 8 de maio, às 19h – o resultado sairá no mesmo dia, a partir das 22h. A página oficial traz informações sobre a retirada dos ingressos.

Referência mundial na área da Comunicação
Manuel Castells é autor de um dos maiores clássicos das Ciências Sociais e da Comunicação, “A sociedade em rede”, que analisa a dinâmica social e econômica na Era da Informação e busca compreender as transformações que as novas tecnologias estão produzindo nas vidas das pessoas.

O sociólogo tem mais de 25 livros publicados, entre os quais “A galáxia da internet” e a trilogia “A era da informação”. Seu mais recente livro, “Redes de indignação e esperança”, relaciona as novas formas de comunicação da sociedade em rede, apontando caminhos para que a autonomia comunicacional das telas se expanda à realidade social como um todo.

Atualmente, leciona na Universidade Aberta da Catalunha, na Espanha, onde dirige o Instituto Interdisciplinar sobre Internet, além de ser professor emérito na Universidade de Berkeley e professor ilustre no Instituto de Tecnologia de Massachusetts, ambos nos Estados Unidos.

Udesc completará 50 anos em maio com programação especial

No dia 20 de maio a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) completará meio século de história.

A instituição pública, que leva ensino superior gratuito e de qualidade a todas as regiões de SC, é considerada a quarta melhor universidade estadual do Brasil e a 18ª no geral entre 192 avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC), além de ser a sétima do País na área de graduação e a primeira no Estado.

Para comemorar a data, a universidade preparou uma extensa programação até novembro deste ano nos 12 centros, distribuídos em dez municípios catarinenses, assim como em polos de ensino a distância.

A abertura oficial das comemorações está marcada para 13 de maio, às 19h, no Museu da Escola Catarinense (Mesc), em Florianópolis. Haverá o lançamento de um documentário especial sobre a história da universidade e de um selo comemorativo dos Correios, além de homenagens aos aposentados, primeiros diretores e técnicos mais antigos da instituição.

A programação terá outros destaques, como a palestra magna do sociólogo espanhol Manuel Castells em 14 de maio, às 20h, no Teatro Governador Pedro Ivo, na Capital, e a Operação Elpídio Barbosa, do Núcleo Extensionista Rondon (NER), da Udesc, de 15 a 25 de julho, em mais de dez cidades do Norte do Estado.

O evento principal ocorrerá em 20 de maio, às 19h, no Teatro Ademir Rosa (CIC), com o lançamento da “Revista Udesc 50 anos: a trajetória da Universidade dos Catarinenses”, com artigos de reitores e diretores que passaram pela universidade, além de linha do tempo e panorama atual da instituição.

Nessa cerimônia, os 14 reitores (ou familiares) que estiveram à frente da Udesc nos primeiros 50 anos e as pessoas que contribuíram para o fortalecimento da universidade serão homenageados com a Medalha Governador Celso Ramos.

Em 27 maio, haverá uma sessão solene na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Também ocorrerão sessões solenes nas câmaras dos municípios com centros de ensino da Udesc. “A programação valoriza as pessoas que construíram nossa universidade e busca nos aproximar ainda mais da sociedade”, afirma o reitor em exercício da Udesc, Marcus Tomasi, que preside a Comissão dos 50 anos.

Outras atividades do Jubileu de Ouro
O Jubileu de Ouro da Udesc terá atividades acadêmicas, como seminários de ensino, pesquisa e extensão, nas unidades do Oeste e de Ibirama; o 11º Encontro de Extensão, em Laguna; o Udesc na Praça, em Chapecó; e o Udesc Cefid no Parque, na Capital.

Também serão realizados a Semana de Educação Fiscal e o lançamento da cartilha “Empreendedorismo Mirim”, da Udesc Esag, em Florianópolis, e ações como o plantio de 50 ipês na unidade de Balneário Camboriú.

Haverá ainda a Semana da Faed, marco inicial da universidade – a Faculdade de Educação foi criada em 8 de maio de 1963 e, em 20 de maio de 1965, incorporada à Udesc. O destaque será o lançamento do livro “Faed/Udesc – 50 anos de educação (1963-2013)”. Já a Orquestra Acadêmica da Udesc fará apresentações em Florianópolis e São Bento do Sul, com lançamento de um CD.

Haverá também uma exposição de fotografias no Mesc; a Mostra de Dança Udesc Cefid, na Capital; o 1º Festival de Música Universitária e Cultura de SC, em Lages; a Semana da Udesc Ceart, em comemoração aos 30 anos do Centro de Artes; e a Semana Cultural da Udesc Joinville, que fará 50 anos em 1º de agosto. Um livro sobre o cinquentenário da unidade de Joinville também será lançado.

No esporte, a programação prevê volta ciclística em Lages, a organização dos Jogos Universitários Catarinenses (JUCs), em Pinhalzinho, e os jogos internos dos alunos e dos servidores. A exposição de fotografias “Olhares Pedagógicos” encerrará as comemorações do cinquentenário da Udesc em novembro, nos polos de ensino a distância.

Vocacionada para o desenvolvimento
A Udesc chega aos 50 anos com uma estrutura multicampi, com 12 unidades distribuídas em dez cidades do Estado de Santa Catarina, na Região Sul do Brasil, além de 27 polos de apoio presencial para o ensino a distância, em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (UAB/MEC).

Os cursos oferecidos são das áreas de saúde, tecnologia, educação, arte e socioeconômicas, sempre voltados para o perfil das regiões catarinenses.

Atualmente, são 15 mil alunos distribuídos em 53 cursos de graduação e 38 mestrados e doutorados. Mais de 95% dos professores efetivos são mestres e doutores.

O ingresso na universidade pode ser feito via vestibulares (Verão e Inverno), Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e editais de transferência. Ao todo, são oferecidas mais de três mil vagas todos os anos, sendo 20% delas para estudantes de escolas públicas e 10% para alunos negros.

A Udesc mantém 142 grupos de pesquisa certificados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento e Tecnológico (CNPq), nas oito grandes áreas do conhecimento: Ciências Agrárias; Biológicas; da Saúde; Exatas e da Terra; Humanas; Sociais Aplicadas; Engenharias; e Linguística, Letras e Artes.

Os professores e alunos da Udesc realizam cerca de 500 ações de extensão por ano em diversas áreas para levar o conhecimento obtido no ensino e na pesquisa ao público externo. As ações gratuitas beneficiam mais de 600 mil pessoas anualmente.

A Udesc oferece completa estrutura, como bibliotecas e laboratórios, em todas as suas unidades. A instituição conta ainda com outros diferenciais, como o Hospital Veterinário, o Laboratório de DNA, a Clínica Escola de Fisioterapia, o Museu da Escola Catarinense, a Editora Universitária, o Escritório de Direitos Autorais e três emissoras de rádio FM.

Com informações da Ascom/Udesc

Festival Latino-americano de Software Livre será neste sábado (25) a Udesc Joinville

No sábado, 25, será realizado simultaneamente em diversas cidades o Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre (Flisol).

Em Joinville (SC) o evento acontece na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), por iniciativa do Colméia, Grupo de Extensão em Software e Hardware Livre. O festival é o maior do gênero na América-latina e vem sendo realizado desde 2005, sempre no quarto sábado de abril.

O principal objetivo do evento é promover o uso de Software Livre, mostrando ao público em geral sua filosofia, abrangência, avanços e desenvolvimento. Para isso, diversas comunidades locais de Software Livre (em cada país/cidade/localidade), organizam eventos em que se instala, de maneira gratuita e totalmente legal, softwares livres nos computadores dos participantes.

Além disso, paralelamente, acontecem palestras, apresentações e workshops, sobre temas locais, nacionais e latino-americanos sobre software livre, em toda a sua expressão: artística, acadêmica, empresarial e social.

Na Udesc Joinville, as palestras serão realizadas no Auditório do Bloco E; e os minicursos e o Install Fest (instalação de software livre) acontecerão no terceiro piso do bloco F. O evento será das 9h às 17h.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site do Colméia: www.colmeia.udesc.br/. Os participantes receberão certificados, e os alunos da Udesc poderão validar o evento como atividade complementar.