Udesc Joinville realizará 3º Workshop Informática e Síndrome de Down

PalavraLivre-sindrome-down-inclusaoSerá realizado na próxima sexta-feira, 1º, na Udesc Joinville, o 3º Workshop Informática e Síndrome de Down (Wisdown).

Organizado pelo Laboratório de Pesquisas na Área Gráfica (Larva), o evento contará com três palestras sobre o passado, presente e futuro do uso de jogos educacionais para estimulação da aprendizagem em crianças com síndrome de down.

A primeira palestra será proferida pelas professoras Juliane Pereira de Pinho, da Escola Abdon Batista; Aline Klug, da Escola Avelino Marcante e Tatiane Arins, das escolas Paul Harris e Anita Garibaldi. O trio relatará suas experiências recentes com o uso de jogos na atividade docente e a repercussão da iniciativa com as crianças.

A segunda palestra será ministrada pelo acadêmico em Ciência da Computação, Marcelo Diatel, que fará o lançamento do jogo Movipensando, voltado para o desenvolvimento motor e cognitivo das crianças. Durante a atividade também será mostrado como obter o jogo gratuitamente.

O último palestrante será o mestrando em Computação Aplicada, Mayco Carvalho, que apresentará a proposta de um jogo de Alfabetização Matemática para crianças com e sem síndrome de down. O evento é gratuito, aberto à comunidade em geral e será realizado das 18h30 às 20h30, no Auditório do Bloco E.

Com informações da Ascom Udesc Joinville

Nuvem computacional desenvolvida na Udesc Joinville foi apresentada em evento nacional de tecnologia

Cloud Computing concept background with a lot of icons: tablet, smartphone, computer, desktop, monitor, music, downloads and so on

Nesta quarta-feira, 25, a nuvem computacional Tche, desenvolvida no Centro de Ciências Tecnológicas (CCT) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville, foi apresentada durante o 13º Hangout Openstack Brasil.

O evento foi promovido pela comunidade que discute o software livre Openstack, criado em 2011 pela NASA e Rackspace, e hoje apoiado por mais de 850 organizações.

Esta foi a primeira apresentação de uma nuvem desenvolvida em universidade, no evento. A iniciativa foi considerada pela comunidade Openstack Brasil como uma das maiores implantações em produção no país na área acadêmica.

Em 13 de maio, Sandro Rodrigues, um dos principais mantenedores da OpenStack Brasil, visitou a Udesc Joinville para saber mais sobre a Nuvem Tche, e disse que ficou impressionado com o nível avançado de instalação e uso.

A Nuvem Tche foi criada no Laboratório de Processamento Paralelo e Distribuído (LabP2D) do Departamento de Ciência da Computação e é mantida pelo Grupo Colmeia e por membros do Grupo de Redes e Aplicações Distribuídas (Gradis). Atualmente, a nuvem é utilizada por todo o campus para diferentes demandas. Os principais responsáveis são os professores Charles Christian Miers e Guilherme Piegas Koslovski.

Com informações da Ascom Udesc Joinville

Associação Florestal lança segunda edição de anuário estatístico

PalavraLivre-produtos-florestais-sc-silviculturaA Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR), com sede em Lages (SC), irá lançar nesta quinta-feira (17) o segundo volume do anuário estatístico de base florestal. A edição concentra informações de área plantada; mercado; importância das florestas plantadas; e os destaques de Santa Catarina no setor.

O estado catarinense é presença crescente no mercado nacional e nas exportações de produtos florestais do país, a partir da expansão de sua produção diversificada e vendas a diferentes mercados.

Em 2015, as exportações brasileiras totalizaram US$ 191,1 bilhões. Santa Catarina exportou US$ 7,6 bilhões respondendo por 4,0% do total nacional. No que tange o setor florestal-madeireiro, a participação de Santa Catarina atingiu cerca de 10%, com US$ 1,0 bilhão do total nacional de US$ 10,3 bilhões.

Pequenas e médias
A indústria brasileira de móveis, com predominância de madeira, se caracteriza pelo perfil de pequenas e médias empresas que atuam em um mercado muito segmentado, e ainda intensivo em mão de obra.

Santa Catarina é um dos estados mais importantes na produção de móveis de madeira do Brasil. Os municípios de São Bento do Sul e Rio Negrinho apresentam a maior concentração de empresas deste segmento no estado e corroboram com a balança comercial estadual ao destinar à exportação grande parte de sua produção.

O Brasil exportou US$ 433,0 milhões em móveis de madeira em 2015. Os Estados Unidos foram o principal destino do produto brasileiro, importando 25% (US$ 109,5 milhões) do total.

O Reino Unido e o Peru seguiram, respectivamente com 19% (US$ 82,4 milhões) e 8% (US$ 36,0 milhões). Incluindo Uruguai e Bolívia, estes cinco países foram o destino de quase dois terços (especificamente 64%) das exportações brasileiras de móveis em 2015.

Santa Catarina é o principal estado exportador de móveis de madeira no Brasil. Em 2015, exportou US$ 192,7 milhões, o que representa 44,5% do total nacional. Entre 2006-2015 houve queda acentuada na taxa de crescimento das exportações de Santa Catarina com -6,3% a.a. e -44,5% no período.

A importância da silvicultura
Após queda registrada desde 2006, ainda sob efeito da crise global, a indústria de móveis de Santa Catarina aumentou a exportação em 2014 e em 2015, estimulada pela alta cambial, principalmente aos Estados Unidos e Europa.

Para aumentar sua participação no mercado externo, as empresas do setor também vêm investindo em qualidade. Atualmente, São Bento do Sul, no Norte do estado, é a cidade que concentra o maior montante da exportação.

Todas estas informações estão no Anuário Estatístico de Base Florestal para o Estado de Santa Catarina 2016 – ano base 2015.

Segundo o presidente da ACR, José Valmir Calori, a intenção é trazer para a sociedade um material que consolida as principais informações do setor florestal em um só documento.

“É mais que um instrumento de pesquisa. O material evidencia, com dados e informações técnicas, a importância que o setor florestal tem para Santa Catarina, para o Brasil e para o mundo todo. Pretendemos, com esta publicação, chamar a atenção das mais diversas instituições para aos benefícios sociais, econômicos e ambientais, diretamente ligados à silvicultura e também como o nosso estado pode ser beneficiado por essa atividade”, explica Calori. Conheça mais sobre a ACR em www.acr.org.br.

Com informações da Ass. de Imprensa

SC oferece vagas gratuitas para cursos de formação em tecnologia

PalavraLivre-cursos-gratuitos-geracao-tec-jovensO Geração TEC, programa do Governo do Estado de SC de formação profissional para o mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação (TEC), está com 725 vagas abertas em 15 cidades catarinenses.

São 400 vagas para Marketing Digital, 200 vagas para E-Commerce e 125 para Redes Sociais. Os interessados devem se inscrever até dia 25 de fevereiro neste link.

“São cursos gratuitos e de curta duração. É uma boa oportunidade para aqueles que querem ingressar em um setor da economia que está em franca expansão no Estado”, declarou o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini.

Para participar, é necessário ter no mínimo 17 anos, ter ensino médio completo ou estar cursando o último ano, além de conhecimentos de lógica, inglês e boa fundamentação em matemática. Mais de seis mil pessoas concluíram as capacitações do Geração TEC em Santa Catarina.

O curso de Marketing Digital será aplicado nos municípios de Blumenau, Brusque, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Palhoça, Rio do Sul, São Bento do Sul, São José e Tubarão. A capacitação em E-Commerce será nas cidades de Blumenau, Florianópolis, Joinville, Palhoça e Tubarão.

Já para quem quer participar da formação em Redes Sociais, há vagas para Chapecó, Criciúma, Itajaí, Joaçaba e São Bento do Sul.

O Geração TEC é uma parceria da SDS com entidades do setor de TIC, Instituto Internacional de Inovação (I3) e Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc).

Com informações da SDS/SC

UniSociesc sedia o V Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação (CIKI)

De 12 a 13 de novembro, o Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina e a UniSociesc promovem o V Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação- CIKI, em Joinville, no campus da Marquês de Olinda.

Durante o evento especialistas e acadêmicos de vários países poderão trocar ideias e dividir conhecimentos sobre a temática: “Conhecimento e Inovação para a Competitividade Industrial”.  A palestra de abertura aborda Sistemas de Gestión del Conocimiento y Aprendizajes em Innovación Social, proferida por Margarida Fernandez, Universidad de Los lagos, Chile.

O congresso é composto por apresentações de artigos. Pôsteres, palestras, também haverá debates a partir da formação de mesas redondas. Confira a programação completa: http://www.egc.ufsc.br/ciki/

Serviço:
V Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação (CIKI)

Quando: 12 e 13 de novembro, das 8h30 às 19h

Onde: UniSociesc, auditório campus Marquês de Olinda, rua Gothard Kaesemodel, 833, Anita Garibaldi, Joinville, SC, Brasil.

Quanto: R$ 300,00

Mais informações: ciki.ufsc@gmail.com

Inscrições: http://www.egc.ufsc.br/ciki/

Saiba mais sobre o Congresso Internacional de Conhecimento e Inovação
O CIKI conta com palestrantes de referência nas áreas em que atua no cenário brasileiro e internacional. Este V Congresso Internacional tem como objetivo: “Dinamizar, compartilhar e fortalecer em rede, as melhores práticas de gestão, mídia e engenharia do conhecimento, inovação e capital intelectual em organizações globalizadas”.

Ao longo de sua trajetória, o CIKI vem se configurando como um espaço de discussão e circulação de ideias e trabalhos envolvendo temáticas relacionadas à gestão do conhecimento nas organizações.

É um evento itinerante que nasceu em Florianópolis (2011) promovido pelo Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina.

Em 2012 partiu para a Europa sendo realizado em Madri na Espanha retornando ao Brasil para realizar-se em Porto Alegre em 2013 onde resolveu expandir sua rede pela América Latina, sendo organizado na cidade de Loja no Equador em 2014. Este ano (2015), com o apoio da UNISOCIESC de Joinville, volta ao Estado em que nasceu.

Mantendo o foco interdisciplinar, em engenharia, mídia e gestão do conhecimento o congresso conta com as seguintes áreas temáticas:

  • Gestão do Conhecimento (GC)
  • Inovação
  • Aspectos estratégicos da GC
  • Modelos e gestão da inovação
  • Parques tecnológicos, cidades do conhecimento, bairros de inovação, incubadoras de empresas, startups, etc.
  • Sustentabilidade nos negócios e GC
  • Ativos intangíveis
  • Capital intelectual e humano relacionados à GC
  • Redes sociais
  • Ensino e aprendizagem com foco em GC
  • Tecnologias da informação e GC
  • Ferramentas de suporte aplicadas à GC
  • Gestão tecnológica do conhecimento
  • Engenharia do conhecimento
  • Mídia do conhecimento
  • Novos saberes e abordagens interdisciplinares relacionados à GC

    Com informações da Ass. Comunicação da Unisociesc

Festival Latino-americano de Software Livre será neste sábado (25) a Udesc Joinville

No sábado, 25, será realizado simultaneamente em diversas cidades o Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre (Flisol).

Em Joinville (SC) o evento acontece na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), por iniciativa do Colméia, Grupo de Extensão em Software e Hardware Livre. O festival é o maior do gênero na América-latina e vem sendo realizado desde 2005, sempre no quarto sábado de abril.

O principal objetivo do evento é promover o uso de Software Livre, mostrando ao público em geral sua filosofia, abrangência, avanços e desenvolvimento. Para isso, diversas comunidades locais de Software Livre (em cada país/cidade/localidade), organizam eventos em que se instala, de maneira gratuita e totalmente legal, softwares livres nos computadores dos participantes.

Além disso, paralelamente, acontecem palestras, apresentações e workshops, sobre temas locais, nacionais e latino-americanos sobre software livre, em toda a sua expressão: artística, acadêmica, empresarial e social.

Na Udesc Joinville, as palestras serão realizadas no Auditório do Bloco E; e os minicursos e o Install Fest (instalação de software livre) acontecerão no terceiro piso do bloco F. O evento será das 9h às 17h.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site do Colméia: www.colmeia.udesc.br/. Os participantes receberão certificados, e os alunos da Udesc poderão validar o evento como atividade complementar.

Samsung contra ataca Nvidia com processo sobre patentes de chips

Samsung Electronics acusou a Nvidia de infringir várias de suas patentes relacionadas a chips e de fazer alegações falsas sobre seus produtos, abrindo processo contra a Nvidia depois de esta ter entrado com uma ação contra a companhia sul-coreana em setembro.

Samsung, que entrou com o processo em um tribunal federal nos Estados Unidos em 4 de novembro, busca indenizações por violação deliberada de várias patentes técnicas, incluindo algumas que direcionam a forma como semicondutores armazenam e usam dados.

Maior fabricante de smartphones do mundo, a empresa sul-coreana também acusa a Nvidia de fazer publicidade enganosa ao alegar que seu tablet “Shield” tem o processador móvel mais rápido do mundo, o Tegra. A Samsung cita estudos comparativos feitos por pesquisadores da Primate Labs como provas de que a alegação é falsa.

– Estamos perseguindo as medidas legais necessárias para defender nossos direitos de propriedade intelectual e para assegurar a continuidade de nosso crescimento na indústria de Tecnologia da Informação – disse a Samsung Electronics em um comunicado por email.

O processo da Samsung surge após a Nvidia ter acusado a companhia asiática e a rival Qualcomm de terem infringido patentes sobre suas unidades de processamento de gráficos (GPUs, na sigla em inglês).

A Nvidia disputa com a Qualcomm o negócio de fornecimento de chips para smartphones e tablets. A fabricante de chips norte-americana disse em setembro que a Qualcomm e a Samsung usaram tecnologias patenteadas pela Nvidia sem licença nos dispositivos móveis da Samsung, incluindo os recém-lançados Galaxy Note 4 e Galaxy Note Edge.

Yahoo
Ao menos dois dos 10 maiores acionistas do Yahoo estão tão infelizes com os esforços de reestruturação da presidente-executiva, Marissa Mayer, que decidiram fazer um apelo direto ao presidente-executivo da AOL, Tim Armstrong, para que ele explore uma fusão e administre a companhia combinada.

A jogada segue uma campanha do fundo de hedge Starboard Value LP, que está incentivando o Yahoo a ponderar um acordo com a AOL e destravar as valiosas participações do Yahoo em companhias asiáticas de Internet.

Armstrong tem sido receptivo a esses acionistas do Yahoo e reconheceu os potenciais benefícios de um acordo, disseram os investidores do Yahoo.

No entanto, ele minimizou a possibilidade de uma transação, segundo os investidores e duas fontes próximas à AOL. Não existem conversas entre as duas companhias e Armstrong indicou que ele apenas consideraria um acordo amigável, disseram os investidores.

Yahoo e AOL não quiseram comentar. A fatia total detida pelos acionistas do Yahoo que acenaram para Armstrong não pôde ser determinada.

Com informações do Correio do Brasil

Jogo educativo que previne contra as drogas será lançado em Joinville (SC) dia 11/11

Será lançado na próxima terça-feira, 11, na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville (SC), o jogo digital educacional The No’s, desenvolvido com o objetivo de orientar os adolescentes sobre os riscos e prejuízos das drogas.

Na proposta, o jogador é a consciência de um personagem que atravessa inúmeros dilemas típicos dos jovens e deve tomar decisões após analisar as vantagens e desvantagens de cada situação apresentada. O jogo será distribuído gratuitamente, para ser utilizado via internet.

A iniciativa é do Laboratório de Pesquisas em Aplicações Visuais (Larva), do Departamento de Ciência da Computação, que há dez anos desenvolve e fornece gratuitamente para a comunidade softwares que visam atender demandas da sociedade como reabilitação de pacientes com Acidente Vascular Cerebral (AVC), auxílio no equilíbrio corporal de idosos, prevenção a dengue, entre outras.

Os jogos são criados com base em estudos científicos e envolvem técnicas de processamento gráfico como realidade virtual e visão computacional. Todos os projetos desenvolvidos pelo laboratório são disponibilizados para o uso de pessoas físicas, escolas e instituições beneficentes.

O laboratório também realiza trabalhos em parceria com núcleos de reabilitação física e cognitiva, além de associações de atendimento a pessoas com deficiência, oferecendo todo o suporte e orientação necessários. O lançamento do The No’s será em 11 de novembro, às 10h, na sala 212, no segundo andar do Bloco F.

Experimento social sugere 99 dias de boicote ao Facebook

faceHá algum tempo foi revelado o estudo do Facebook que manipulava as postagens no feed de notícias para observar alterações de humor dos usuários. Uma agência publicitária propõe um outro experimento como vingança em forma de boicote, desafiando usuários da rede social a ficar 99 dias sem acessá-la.

A página 99 Days of Freedom (99 dias de liberdade), criada pela agência Just, promete que os interessados conseguirão economizar cerca de 28 horas depois do período, com base no calculo médio de tempo que as pessoas gastam no site.

O objetivo é avaliar como as pessoas que aderiram ao boicote se saem sem o vício no Facebook, e se isso afeta seu humor e felicidade. Para isso, os participantes receberão um questionário depois de determinados períodos para contar como vivem sem o acesso à rede.

A participação é bastante simples. Basta trocar a foto do perfil para indicar aos seus contatos que está participando do experimento, deixar seu nome e clicar em “Create countdown”. Ao pressionar “Share on Facebook”, a contagem regressiva de 99 dias começa a rolar. Também é possível, mas não obrigatório, deixar o e-mail para ser contatado com os questionários de humor.

A previsão dos responsáveis pelo teste é que os participantes terão muitas experiências pessoais positivas depois de 99 dias, mas a teoria só poderá se confirmar em algum tempo.

Por enquanto, a base de participantes não é muito extensa. Cerca de 3 mil pessoas aderiram ao boicote, segundo a página, o que não é suficiente para fazer cócegas na rede social, com mais de 1 bilhão de usuários.

Fonte: Olhar Digital.

Saiba dividir o HD para não perder dados na hora de formatar o PC

hdSe você já precisou formatar o computador (a probabilidade é alta entre quem usa Windows), sabe que o processo pode ser chato e demorado, por causa do backup.

Fazer o backup de 700 GB de arquivos de seu HD, por exemplo, antes de formatar um PC, toma muito tempo (mais de dez horas, dependendo do caso), além de exigir HD externo com, no mínimo, 700 GB livres, que é coisa rara.

Este guia vai te ensinar a dividir o HD em dois, processo conhecido como particionamento. Em uma partição fica o sistema operacional, que você pode formatar e reinstalar quantas vezes quiser, sem que seja necessário mexer na outra partição, onde devem ser armazenados filmes, músicas, fotos, documentos, entre outras coisas.

Para isso utilizaremos o programa Partition Wizard, que é gratuito e funciona dentro do Windows, sem que seja necessário reiniciar o computador em um boot específico (o que torna o processo mais complicado). Caso você esteja familiarizado com esse outro método, o Gparted é uma boa opção.

Vamos lá!

Faça o download do Partition Wizard e instale o programa. Em seguida, remova todos os drives externos (pendrive, HD externa, cartão de memória) para não se confundir. Abra o Partition Wizard e selecione a opção da esquerda: Minitool Partition Wizard

1

Agora, o programa vai mostrar todas as partições do seu HD (provavelmente apenas duas). A primeira, “System Reserved”, é uma partição de sistema na qual você não deve mexer (mas não se preocupe, ela ocupa apenas 100 MB). A de baixo é a partição de seu sistema, onde está instalado o Windows, geralmente chamada de C: (Na imagem, aparece uma partição a mais, a “D: Files Note” mostrando que já foi dividida). Para ter certeza de qual é sua partição, basta notar que a última coluna, Status, a chama de System. Partições utilizadas simplesmente para guardar arquivos têm o status “None”.

2

Iremos dividir a partição do sistema em duas, clicando com o botão direito sobre ela e escolhendo a opção “Split”.

3

Na tela que abrirá a seguir, você pode escolher quanto espaço deixar em cada partição. Sugerimos que deixe ao menos 70 GB ou 80 GB na partição do sistema, e todo o espaço excedente, para uma eventual segunda. (Como nossa partição do exemplo já é pequena, sobram apenas 29 GB, mas a sua pode deixar muito mais)

4

Agora, basta clicar em OK e, na tela principal do programa, escolher Apply

5

Clique em OK na próxima tela. Talvez seja necessário reiniciar seu computador.

Agora seu computador terá duas partições, mas dependendo de quão cheia estivesse a primeira antes deste processo, é possível que a nova partição vazia seja pequena demais para guardar seus arquivos. Para remediar isso, mova seus arquivos mais importantes da partição do sistema (C) para sua nova partição, para liberar espaço. Feito isso, utilizaremos a função “Extend” para conseguir mais espaço da partição de sistema para a nova partição de arquivos.
Basta clicar com o botão direito em sua nova partição e escolher Extend.

6

Na tela que irá aparecer, você pode escolher quanto espaço será transferido da partição C para a D. Mais uma vez, recomendamos que a partição C não tenha menos de 70 GB (em azul).

7

Caso precise de mais espaço em sua nova partição, mova mais arquivos do C para o D e repita a operação de “Extend”. Lembre-se que não é possível mover programas instalados, como a Suite Office, ou jogos. Para isso, é necessário desinstalá-los da partição onde estavam e instalá-los na nova.

Agora, quando for necessário formatar a HD para reinstalar o Windows, apenas os arquivos na partição C serão perdidos, enquanto tudo o que está na outra poderá ser mantido, economizando o tempo de um longo backup e a necessidade de inúmeros DVDs ou de uma HD externa, mas isso é assunto pra outra hora.

Do Olhar Digital.