HPV – Meninos também serão vacinados a partir de 2017

BELO HORIZONTE, MG, 05.06.2015: VACINA-GRIPE -  Vacinação  contra a gripe no Centro de Saúde Nossa Senhora Aparecida, no bairro São Lucas, em Belo Horizonte. Começou nos postos de saúde em todo o Brasil iniciam a Campanha de Vacinação contra a Gripe. Devem receber a dose crianças de 6 meses a menores de 5 anos, idosos com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), presos e funcionários do sistema prisional. (Foto: Marcelo Prates/Hoje em Dia/Folhapress)

A partir de janeiro de 2017, a rede pública de saúde vai passar a oferecer a vacina contra o HPV para meninos de 12 a 13 anos como parte do Calendário Nacional de Vacinação. A faixa etária, de acordo com o Ministério da Saúde, será ampliada gradativamente até 2020, período em que serão incluídos meninos de 9 a 13 anos.

A expectativa da pasta é imunizar mais de 3,6 milhões de meninos em 2017, além de 99,5 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos que vivem com HIV/aids no Brasil. Serão adquiriras, ao todo, 6 milhões de doses ao custo de R$ 288,4 milhões.

Segundo o governo federal, o Brasil será o primeiro país da América Latina e o sétimo no mundo a oferecer a vacina contra o HPV para meninos em programas nacionais de imunização. Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá já fazem a distribuição da dose para adolescentes do sexo masculino.

Duas doses
O esquema vacinal contra o HPV para meninos será de duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. Já para os que vivem com HIV, o esquema vacinal é de três doses, com intervalo de dois e seis meses, respectivamente. Nesses casos, é necessário apresentar prescrição médica.

Custos
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, destacou que, apesar das novas inclusões, não haverá custo extra para o governo federal já que, neste ano, a pasta anunciou a redução de três para duas doses no esquema vacinal contra o HPV para meninas. O quantitativo previsto, segundo ele, foi mantido.

“É mais um avanço que conseguimos fazer sem ampliar investimentos”, disse Barros. “É um conjunto de ações integradas que temos feito para produzir mais e mais resultados com os recursos que temos”, completou.

Meningite
A pasta anunciou ainda a ampliação da vacinação contra a meningite C para adolescentes de ambos os sexos. Foram adquiriras 15 milhões de doses, a um custo de R$ 656,5 milhões. O objetivo do governo é reforçar a eficácia da dose, já aplicada em crianças de 3, 5 e 12 meses mas que, com o passar dos anos, pode perder parte de sua eficácia.

A meta é vacinar 80% do público-alvo, formado por 7,2 milhões de adolescentes. Além de proporcionar proteção para essa faixa etária, a estratégia tem efeito protetor de imunidade rebanho – quando acontece a proteção indireta de pessoas não vacinadas em razão da diminuição da circulação do vírus.

Segundo o ministério, a ampliação só foi possível graças a economia de R$ 1 bilhão por meio da revisão de contratos e redução de valores de aluguéis e outros serviços. Parte dos recursos está sendo investida na produção nacional da vacina pela Fundação Ezequiel Dias.

Parceria
A coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Carla Domingues, destacou que o ministério pretende investir em parcerias com escolas da rede pública e particular para facilitar o acesso de meninos e meninas às doses contra o HPV e contra a meningite.

“Vacinar adolescentes não é como vacinar crianças, que os pais pegam na mão e levam ao posto de saúde. É mais complicado”, disse. “Com os adolescentes, não conseguimos alcançar coberturas vacinais tão completas como entre as crianças”, completou.

Com informações da Ag. Brasil

“Sábado na Estação” tem mais uma edição neste sábado (21/5) em Joinville (SC)

PalavraLivre-arte-lazer-estacao-da-memoriaA Estação da Memória de Joinville recebe neste sábado (21), das 9 às 16 h, mais uma edição do “Sábado na Estação”. Quem passar pelo local irá conferir inúmeras opções de artesanato, brechó, gastronomia e atrações musicais.

Às 11 horas, bandas da Escola de Música Arte Maior sobem ao palco do evento. No repertório, clássicos do pop e rock nacional e internacional. Há 14 anos, a Arte Maior realiza um festival de bandas que mobiliza dezenas de alunos e atrai grande público. Já às ​​13h15, haverá um aulão de zumba, que será conduzido por profissionais da Academia Coach.

Na sequência, às 14h30, é a vez da Banda Bendiga se apresentar no ‘Sábado na Estação’. Há quatro anos, a Bendiga busca a mistura ideal entre o rock, o reggae e o rap. O grupo lançou seu primeiro CD em 2015.

Levando nas letras uma mensagem positiva, a banda procura levar ao público algo além do entretenimento, mas sim uma forma de pensar no cotidiano que seja construtiva e positiva. A Bendiga é envolvida em uma série de ações sociais.

O ‘Sábado na Estação’ é promovido pela Fundação Cultural de Joinville, no terceiro sábado de cada mês. O evento é aberto ao público.

Serviço
O quê: Sábado na Estação

Quando: sábado (21), das 9 às 16 h

Onde: Estação da Memória – Rua Bento Ribeiro, s/n, Anita Garibaldi

Aberto ao público

Com informações da AI da Fundação Cultural de Joinville

Maternidade Darcy Vargas faz campanha por mais doações ao Banco de Leite Materno

PalavraLivre-doacao-leite-prematurosBebês prematuros ou nascidos de gestantes com dificuldades de lactação precisam de leite materno. Nesta quinta-feira, 19, é Dia Mundial de Doação de Leite Humano e as mães em fase de aleitamento podem fazer doações na Maternidade Darcy Vargas, em Joinville.

No Banco de Leite do hospital foi montada uma sala para receber as doadoras e também há o serviço de coleta a domicilio, uma vez por semana.

No ano passado foram coletados 1.351 litros de 741 doadoras, o suficiente para a sobrevivência de 673 bebês. Em 2014, o número de crianças atendidas foi maior: 1.544 litros e 701 recém-nascidos amamentados por doadoras.

“A data é um momento especial de sensibilização da sociedade para a importância da doação porque pesquisas mostram o efeito protetor para os prematuros e a importância do uso do leite humano pasteurizado”, explica a médica pediatra Maria Beatriz do Nascimento, da MDV.

Embora o Brasil disponha da maior rede de bancos de leite do mundo – 215 locais de armazenamento e 146 postos de coleta – a captação de doadoras é um dos grandes desafios.

“A amamentação é fundamental para a sobrevivência, nutrição e desenvolvimento na primeira infância. O aleitamento propicia o melhor início da vida para as crianças e protege contra doenças”, avalia o pediatra Fernando Pereira, diretor da MDV.

Dados do Banco de Leite da MDV
* 2015

– 28.719 atendimentos
– 1.351 litros coletados
– 741 doadoras
– 673 bebês atendidos

* 2014
– 24.547 atendimentos
– 882 doadoras
– 1.544 litros coletados
– 701 bebês atendidos

Com informações da MDV

Luta Antimanicomial – Joinville (SC) realiza a Semana de Conscientização e Orientação sobre Saúde Mental

Rede de Atenção Psicossocial confere integração e cidadania à saúde mental de Joinville
Rede de Atenção Psicossocial confere integração e cidadania à saúde mental de Joinville

Uma luta que iniciou há quase 30 anos terá uma semana especial a partir da segunda-feira (16/5) em Joinville: a luta antimanicomial. A cidade sediará entre os dias 16 a 20 de maio a Semana Municipal de Conscientização e Orientação sobre Saúde Mental conforme determina a Lei Municipal 6.246/2008.

A programação prevê palestras, exibição de filmes, exposições, palestras, e isso em vários locais da maior cidade catarinense. A luta pelo fim dos velhos manicômios, lugares onde se tratavam pessoas com transtornos mentais com muita crueldade, torturas iniciou em 1987 na cidade de Bauru em SP. Saiba um pouco mais sobre esta história:

Em 1987 realizou-se em Bauru/SP um encontro reunindo profissionais e usuários dos serviços de saúde mental existentes. A cidade de Joinville tinha um representante, quando iniciou o movimento de luta contra o então modelo de tratamento aos transtornos mentais,  hospitalocêntrico, marginalizante e desumano, abrindo os olhos sociais às histórias que marcaram esse período.

Torturas, discriminação, maus tratos, mortes e até homicídios dentro dos manicômios. A característica é que todos tinham porta de entrada e não havia portas de saída. Pessoas permaneciam por décadas internados às vezes sem motivo justificável, abandonados pelas famílias, pela sociedade e até pelos donos desses locais.

A base desse movimento sempre foi a melhoria do atendimentos a esses marginalizados, com acesso a tratamentos justos, humanizados e que não os segregassem do convívio com seus familiares e com a sociedade.

Um projeto de lei tramitou por mais de 10 anos no Congresso Nacional, um projeto que quando de sua aprovação foi conhecido como a Lei 10.216 de 2000, ou Lei Paulo Delgado, marco oficial da Reforma Psiquiátrica Brasileira.

Muitas foram as brigas pela aprovação dessa Lei e que continua sendo palco de embates entre os empresários da saúde, que sempre obtiveram lucro prestando um serviço sem nenhum compromisso técnico ou ético, e a organização dos profissionais, usuários e familiares dos serviços.

A Reforma Psiquiátrica sofreu um grande avanço até a atualidade, mas necessita ainda de avanços e garantias de continuidade.

Em Joinville, a atenção aos transtornos mentais era realizada até a década  de 1970 pelo Hospital Nossa Senhora da Glória, conhecido como Hospital Schroeder, que prestava um atendimento possível aos acometidos pelas doenças mentais, que veio a falir pois os poucos recursos de repasse não conseguiram ajudar da manutenção dessa referência.

Com a criação da Secretaria Municipal de Saúde em 1987 e a regulamentação gradativa do SUS, foi possível a construção de uma política de saúde municipal onde muitos técnicos participaram e a saúde mental fazendo parte desse início, contribuindo com a melhoria da atenção ofertada aos cidadãos.

A Saúde Mental contribuiria com as várias ações em saúde como: desenvolvimento dos recém nascidos, orientação a gestantes, hipertensos, diabéticos, além do atendimento à sua demanda específica com a implantação de tratamento especializado individual, grupal e em oficinas terapêuticas.

O serviço em Joinville já foi modelo de assistência em saúde mental para SC, e as ações ainda hoje possuem destaque junto às articulações no Ministério da Saúde.

A participação em conjunto com as políticas públicas, controle social, usuários e familiares propiciou um período de funcionamento de vários CAPS e outros equipamentos integrados às ações de equipes de saúde mental junto a nove regionais de saúde, chegando mesmo a não realizar nenhuma internação hospitalar fora do município durante um ano.

A base teórica e de política de saúde que a saúde mental traz é a participação efetiva na construção do atendimento intersetorial, entendendo que a promoção da saúde passa também pela construção da cidadania através da educação, assistência, habitação, segurança e principalmente inclusão social e combate às diversas discriminações.

Para os profissionais da área no município, no entanto, essa luta é uma batalha constante e infindável, visto que o principal objetivo é a garantia dos direitos básicos constitucionais.

As crises política e financeiras, a má gestão e as distorções oriundas de outros interesses econômicos tem, certamente ajudado no sucateamento das diversas áreas da atenção, mas o fôlego das pessoas que ajudaram a construir essa história é renovado todos os dias.

Participe da programação especial organizada, veja abaixo:

Semana Municipal de Conscientização e Orientação sobre Saúde Mental
De 16 a 20 de maio de 2016

“Por uma sociedade sem manicômios

PROGRAMAÇÃO

16/05/2016

CONFRATERNIZAÇÃO ESPORTIVA DA RAPS
Local: Ginásio Abel Schultz
Horário: 8:00 as 12:00hs

ABERTURA NA SEMANA  MUNICIPAL DE CONSCIENTIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO SOBRE SAÚDE MENTAL
Horário 19:30hs
Local: Câmara de Vereadores

17/05/2016

TERRITÓRIO EM AÇÃO

CAPS infanto juvenil – Cuca Legal

– 9:00 – Sessão de Cinema
10:30Roda de Conversa
14:00 – Sessão de Cinema
15:30Roda de Conversa

CAPS II-  Nossa Casa –

aberto para familiares, UBS e comunidade

-9:00 – Café

-9:30 – Vídeo Apresentação do serviço e roda de conversa

– 9:30 às 11:00 – Saúde e Beleza

– Exposição de fotos

– Oficina – atividade manual

– Ação entre amigos – brechó aberto

– Exposição de trabalhos manuais produzidos no Caps

– Encerramento com uma atividade cultural ou recreativa

– 14:00 – Vídeo Apresentação do serviço e roda de conversa

– 14:00 às 15:30:

– Saúde e Beleza

– Exposição de fotos

CAPS III- Dê Lírios

9h às 12h -CAPS III aberto à visitação da comunidade.

9h às 11h -Ateliê aberto I: práticas do cotidiano.

10h –Dê-Lírios em Cena com a peça “Corrente do Bem”.

14h às 17h -CAPS III aberto à visitação da comunidade.

14 às 16h – Ateliê aberto II: práticas do cotidiano.

19h às 21h – CAPS III aberto à visitação da comunidade.

CAPS AD/ UA

9:00 às 12:00 – Serviço aberto para visitação do público externo e exposição quadros Tarsila do Amaral.

 

9:00 – Exibição Filme sobre Reforma Psiquiátrica aberto para usuários do CAPS ad.

14:00 às 17:00 – Serviço aberto para visitação do público externo e exposição quadros Tarsila do Amaral..
15:00– Atividade alusiva à Luta Antimanicomial com Técnico Aroldo aberto a todos os interessados (comunidade, outros serviços de Saúde Mental e familiares)

 

SOIS – Serviços Organizados de Inclusão Social

– Cinema – Shopping Muller

18/05/2016

III CURTA LOUCURA

Local: Praça Nereu Ramos – Centro

Horário: Das 10:00 ás 16:00hs

Atividades:

Show de talentos

Apresentação do Coral – ” Vozes do Bem”

Apresentação do Grupo ” Clave de SOIS”

Apresentações de Teatro

Dança Sênior

Exposição de Artesanato – “Lokos Por Bazar”

Distribuição de material informativo

19/05/2016

TERRITÓRIO EM AÇÃO

10:00 – Abertura da Sede da APSM – Associação Pró- Saúde Mental – Rua Engenheiro Niermayer, anexo ao PAPS.

CAPs infanto juvenil – Cuca Legal

-14:00 com a Comunidade e Palestra sobre Bullying com a convidada Vanessa Bencz.
CAPS II – Nossa Casa

9:00 Café

9:30 – 11:00 – Baile no Caps

Ação entre amigos – brechó aberto

Exposição de trabalhos manuais produzidos no Caps

Tarde

14:00 – 16:00 – Baile no Caps

16:00 – Café –

Ação entre amigos – brechó aberto

Exposição de trabalhos manuais produzidos no Caps

CAPS III – Dê Lírios

9h às 12h -CAPS III aberto à visitação da comunidade.

9h às 11h –ConVIVEndo I: práticas do cotidiano.

9h -Conversando sobre transtorno afetivo do humor: Marcelo Cavalcanti (psiquiatra).

12h -“CAPS III ?”: conversando com os trabalhadores do CREAS/Norte com Ana Lúcia Urbanski (terapeuta ocupacional, coordenadora do CAPS III). Local: CREAS Norte.

14h –Emergências Psiquiátricas: conversando com os trabalhadores dos PAs (Pronto Atendimento) com Marco Aurélio Engel (psiquiatra). Local: sala de grupos CAPS III.

14h às 17h -CAPS III aberto à visitação da comunidade.

14h às 16h – ConVIVEndo II: práticas do cotidiano.

CAPSAD/UA

9:00 – Roda de conversa – Reforma Psiquiátrica

Aberto a todos os interessados (comunidade, outros serviços de Saúde Mental e familiares)

14:00 – Exibição Filme “Dá pra fazer” e discussão com Técnica Geny aberto a todos os interessados (comunidade, outros serviços de Saúde Mental e familiares)

SOIS – Serviços Organizados de Inclusão Social

8:00 – 11:00 – Orientação e Conscientização sobre saúde mental– Semáforo da esquina com as ruas Pedro Lobo com Felipe Schmidt

20/05/2016

QUALIDADE DE VIDA DO SERVIDOR EM SAÚDE MENTAL

Local: Censupeg – Rua Ministro Calógeras, 192

Horários: turma 1 – 8:00 ás 10:00
turma 2 – 14:00 ás 16:00

Mais informações podem ser obtidas com Nasser Barbosa Aidar – (47) 3481-5121.

Câncer de pele é o que tem maior incidência no país

PalavraLivre-dicas-prevencao-cancer-peleSegundo o Instituto Nacional do Câncer serão cerca de 175 mil novos casos em 2016. No dia 1º de maio celebra-se o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Pele.

O Centro de Hematologia e Oncologia de Joinville destaca a importância da prevenção. Segundo o médico oncologista Celio Kussumoto, o câncer de pele é o mais frequente no Brasil e corresponde a 25% de todos os tumores malignos registrados no país.

“Apesar da alta incidência, a grande maioria dos tumores é do tipo não-melanoma, que apresenta baixa mortalidade”, explica.

O combate ao Câncer de Pele é simples e algumas medidas básicas são essenciais na prevenção. “O uso diário do protetor solar e evitar a exposição ao sol nos períodos entre 10 e 16 horas são as ações principais de combate à doença”, enfatiza o oncologista.

“Também orientamos para que as pessoas consultem periodicamente um dermatologista para uma avaliação mais detalhada na pele para identificação de lesões suspeitas”, diz.

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que 176.760 novos casos serão diagnosticados apenas em 2016. O número de casos de câncer de pele vem aumentando nos últimos anos.

“Isso se dá à combinação de um melhor diagnóstico do câncer de pele, pessoas expostas por mais tempo ao sol e ao fato de viverem mais tempo”, diz Kussumoto.

A maior incidência de casos de câncer de pele está em pessoas com mais de 40 anos, de pele clara ou que já têm outras doenças cutâneas.

Com informações da Ass. Imprensa – Fernanda Ourique

Imposto de Renda – Contribuintes têm até hoje para entregar declaração

PalavraLivre-leao-ir-2016Termina hoje (29) o prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2016. A Receita alerta que os contribuintes devem ficar atentos quanto ao horário. O serviço de recepção das declarações será interrompido às 23h 59min 59s, horário de Brasília.

O programa gerador da declaração para ser usado no computador pode ser baixado no site da Receita Federal. O órgão liberou um Perguntão, elaborado para esclarecer dúvidas quanto à declaração referente ao exercício de 2016, ano-calendário 2015.

O aplicativo do Imposto de Renda para dispositivos móveis (tablets e smartphones) está disponível nos sistemas Android e iOS, da Apple. Os aplicativos podem ser baixados nas lojas virtuais de cada sistema.

Quem perder o prazo de entrega estará sujeito a multa de R$ 165,74 ou de 1% do imposto devido por mês de atraso, prevalecendo o maior valor. A multa máxima pode chegar a 20% do imposto devido.

Cerca de 28,5 milhões de contribuintes deverão enviar à Receita Federal a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física em 2016.

A estimativa é do supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir. O número representa crescimento de 2,1% em relação aos 27,9 milhões de documentos entregues no ano passado.

O programa gerador da declaração para ser usado no computador pode ser baixado no site da Receita Federal. O órgão liberou um Perguntão elaborado para esclarecer dúvidas quanto à declaração referente ao exercício de 2016, ano-calendário de 2015.

O aplicativo do Imposto de Renda para dispositivos móveis (tablets e smartphones) está disponível nos sistemas Android e iOS, da Apple. Os aplicativos podem ser baixados nas lojas virtuais de cada sistema.

Com informações de agências e Receita Federal

40. Rodeio Crioulo Nacional terá abertura com show nacional com Edson e Hudson

DSC_6525 (2)Para celebrar a sua 40ª edição, o Rodeio Crioulo Nacional traz na próxima semana a dupla sertaneja Edson e Hudson.

O show nacional ocorre na quarta-feira, 20, às 23h, na abertura do evento, que é considerado um dos cinco maiores do gênero no Brasil.

Até o dia 24, domingo, o público poderá conferir competições, atrações musicais e gastronomia gaúcha, no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Chaparral, em Joinville.

Na manhã de quinta-feira, 21, feriado de Tiradentes, começam as provas de laço e gineteadas, onde disputam adultos, jovens e crianças. Aos vencedores serão entregues troféus e prêmios em dinheiro de R$ 300 a R$ 2 mil.

O valor das inscrições vai de R$ 20 a R$ 180. Os bailes acontecem a partir de sexta-feira, 22, com a animação dos grupos Portal Gaúcho, Minuano e Explosão.

O Rodeio Crioulo Nacional acontece num local de belezas naturais, margeadas pelos rios Ribeirão e Cubatão. A programação completa do evento pode ser acessada no site www.guapos.com.br. Informações adicionais com Ciro Harger, pelo telefone (47) 9971-3251 ou pelo e-mail  ciroharger@gmail.com.

Evolução na estrutura ao longo de 40 edições do evento
O Rodeio Crioulo Nacional começou em 1974, num tímido espaço na propriedade da família Harger. Hoje, o evento tem ampla estrutura de 500 mil metros quadrados, onde tem área para camping, com fornecimento de água e luz e sanitários, inclusive para cadeirantes.

DSC_0622 (2)“Ao longo dos anos, o rodeio vem se consolidando como uma festa familiar. A cada edição, fazemos melhorias para receber visitantes de vários estados brasileiros e comitivas de outros países”, garante Ciro Harger, coordenador.

Os visitantes contam também com uma praça de alimentação de 2,5 mil metros quadrados, local de recreação infantil e estúdio fotográfico. Tem ainda exposição de automóveis, feira de produtos coloniais, hortifrutigranjeiros, artigos de couro e artesanatos, entre outros.

O rodeio oferece seguros voltados ao público, com cobertura para acidentes pessoais e furtos ou danos de veículos localizados no estacionamento do rodeio.

Há quatro décadas, o evento vem movimentando a economia de Joinville durante os dias de sua realização. Em média, são gerados 500 empregos diretos. Hotéis, supermercados, shoppings e postos de gasolina também sentem o reflexo da festa.

Números da última edição do evento

– 40 mil visitantes
– 10 mil pessoas acamparam no local
– 600 mil litros de água foram consumidos
– 3 mil competidores
– 2,5 mil animais

Serviço

Local: CTG Chaparral
Endereço: Estrada Alvino Souza do Nascimento, S/N – Pirabeiraba – Joinville
Entrada: R$ 10 por pessoa
Estacionamento: R$ 10 por veículo
Ingressos bailes: R$ 25 antecipados e R$ 30 na hora

Com informações da Ass. de Imprensa – Glaene Vargas. Créditos das fotos: Ag. Guapos

Dia Internacional da Sindrome de Down é hoje (21/3)

PalavraLivre-down-cromossomos-dia-internacional-sindromeA ciência ainda não consegue explicar por que, na fase embrionária, alguns indivíduos passam a ter 47 cromossomos no lugar dos 46 que se formam normalmente.

Esse material genético extra provoca uma série de alterações que variam de pessoa para pessoa, mas que preservam algumas características comuns, como olhinhos puxados, flacidez muscular, desenvolvimento físico e mental mais lento.

Um exame de ecografia feito entre a 11ª e a 13ª semana de gestação, chamado de Translucência Nucal, pode detectar sinais de que o bebê tem Síndrome de Down. Muitas mães, no entanto, só descobrem que seus filhos têm essas características depois do parto.

Geralmente, a notícia causa espanto, medo, dúvidas. Algumas passam por um período de tristeza denominado “fase de luto”. Aos poucos, aceitam a nova realidade e começam a busca por oferecer aos seus filhos o melhor que podem em termos de estímulos, desenvolvimento e qualidade de vida.

A equipe do Portal EBC reuniu depoimentos de sete mães que passaram por isso. No vídeo, Marinalva, Izabel, Marcilene, Cléo, Raimunda, Zenaide e Ana Lúcia contam como superaram momentos de incertezas e se entregaram à missão de oferecer a seus filhos as oportunidades de ter uma vida normal.

Confira:

Atenção escritores! A Associação das Letras promove sua I Vivência Literária no sábado (19/3)

Divulgação Vivêcia 19 03 2Vem aí a primeira ação da Associação das Letras neste ano. Com o objetivo de fomentar a literatura, a produção literária, a descoberta de novos talentos e oferecer capacitação a seus associados e público em geral, a entidade promove no próximo sábado, 19 de março em Joinville (SC) a sua primeira Vivência Literária de 2016.

A “Oficina da palavra selvagem” tem o objetivo de incentivar à aquisição da linguagem, e fazer com que o participante da Vivência descubra a sua potencialidade como escritor, envolvendo a música, o desenho e a leitura, em busca do claro enigma.

O encontro, que acontecerá durante todo o sábado, será marcado pela leitura e degustação conjunta de textos literários, pelo incentivo à apreciação estética e ao compartilhamento de experiências e informações, visando estimular a curiosidade, a sensibilidade, o potencial de comunicação e a criatividade.

Discussões sobre arte, literatura, linguagem, oralidade e escrita fornecem suporte teórico ao processo de produção assistida de textos.

Ludicamente, o participante, enquanto escreve, reescreve, troca impressões sobre textos produzidos, parafraseia, inventa, explora o cotidiano ou solta a imaginação. Cada participante é estimulado a encontrar e aprimorar sua própria voz.

A proposta dessa Vivência se atém aos exercícios de produção de textos, despertando a linguagem mais profunda, a voz única que cada um de nós possui.

orientador será Fernando José Karl, que vive em São Bento do Sul, tem 55 anos, é natural de Joinville/SC. É escritor, jornalista, dramaturgo, roteirista de cinema, músico e artista plástico.

Autor, entre outros, dos livros “Teares de pedra” (Prêmio Emílio Moura/Minas gerais/1992); “Diário Estrangeiro” (Prêmio Cruz e Sousa/1996/Editora da UFSC); “Travesseiro de Pedra” (Prêmio Cruz e Sousa 1997/Editora da UFSC); “Breviário” (Prêmio da Biblioteca Nacional/Rio de Janeiro/2001); “Brisa em Bizâncio” (Travessa dos Editores/2002); “O livro perdido de Baroque Marina” (Prêmio Cruz e Sousa 2010/Categoria Romance/Editora da UFSC) e “Casa de água” (Antologia em comemoração aos 25 anos de poesia/Editora Letra D’água).

Entre suas peças de teatro, cita-se “O aquário de Hilda e o Führer”. Em parceria com o cineasta e fotógrafo Alceu Bett, fez os roteiros de “As mortes de Lucana” (2013), “O aquário de Antígona” (2014), “O golfinho” (2014) e “O voyeur” (2014). Tem três obras-em-progresso: “O livro de cabeceira de Hitler” (Romance); “A última carta de Nietzsche à chuva” (Contos) e “Cadenciando-um-ning” (Poesia).

Fernando José Karl criou essa proposta cultural como método alternativo de aquisição de linguagem, para despertar o hábito da escrita e da leitura. Fernando tem 20 anos de experiência em ministrar oficinas, atuando em diversas cidades do país: Curitiba, Joinville, Itajaí, Blumenau, Florianópolis, São Francisco do Sul, Lages e São Bento do Sul, envolvendo mais 1200 pessoas.

Serviço:

O quê: I Vivência Literária da Associação das Letras 2016

Quando: 19 de março (sábado)

Hora: das 8h30min  às 12horas – 13h30min  às 18 horas

Onde: Hotel Slaviero Slim Joinville –  Rua Sete de Setembro, 40 – Centro

Promoção: Associação das Letras

Inscrição: R$ 15,00 (Associadas) R$ 30,00 (Público interessado)

Vagas limitadas – Inscrições antecipadas

Contato: associacaodasletras@hotmail.com  – 47 9613-7451(TIM)

Mestrado em Química será oferecido pela Udesc Joinville (SC) a partir de agosto

Aulas iniciam em agosto deste ano
Aulas iniciam em agosto deste ano

Após a autorização da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) no final do ano passado, a Udesc Joinville oferecerá seu 12º curso de pós-graduação stricto sensu. O Mestrado Acadêmico em Química Aplicada é o terceiro do Estado e o primeiro da região norte de Santa Catarina.

O processo seletivo, para o preenchimento de 15 vagas, ocorrerá em maio. Os candidatos deverão realizar a inscrição pela internet, apresentar currículo e fazer uma prova escrita. A previsão é de que as aulas iniciem em 8 de agosto. O curso é gratuito e ainda há possibilidade de bolsa de estudos para os primeiros colocados.

Para a coordenadora do mestrado, Marcia Margarete Meier, a implantação do curso criará novas perspectivas para os profissionais da área.

“Além de químicos, podem se inscrever engenheiros químicos e sanitaristas, engenheiros de plásticos e de alimentos, farmacêuticos, bioquímicos, entre outros”, destaca.

Mais informações podem ser obtidas na página www.cct.udesc.br ou pelos telefones (47) 3481-7913 e (47) 3481-7691.