Dilma encosta em Serra, e nem começou a guerra…

Pesquisa Datafolha publicada na edição deste domingo (28) do jornal Folha de S.Paulo, mostra que a pré-candidata do PT à Presidência, ministra Dilma Rousseff, cresceu cinco pontos nas pesquisas de intenção de voto de dezembro para janeiro, atingindo 28%. No mesmo período, a taxa de intenção de voto no governador de São Paulo, José Serra (PSDB), recuou de 37% para 32%. Com isso, a diferença entre os dois pré-candidatos recuou de 14 pontos para 4 pontos de dezembro para cá.

De acordo com a nova sondagem do Datafolha, o deputado federal Ciro Gomes, pré-candidato do PSB, tem 12% das intenções de voto; e a pré-candidata do PV, senadora Marina Silva, tem 8%. Na pesquisa anterior, Ciro aparecia com 13% e Marina já possuía 8%.

A margem de erro da pesquisa, que foi divulgada neste sábado (27), é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Ela foi realizada entre os dias 24 e 25 de fevereiro. Foram ouvidas 2.623 pessoas com idades maiores de 16 anos. Destas, 9% disseram que vão votar branco, nulo ou em nenhum dos candidatos e 10% informaram que estão indecisos.

A sondagem confirma resultados de pesquisas de outros institutos, que já refletiam uma tendência de crescimento rápido da candidatura Dilma Rousseff e a queda do pré-candidato tucano.

Outros cenários

A pesquisa também apresentou um cenário sem a presença de Ciro Gomes. Nessa simulação, as intenções de voto em Serra ficam em 38% (ante 40% na pesquisa realizada entre 14 e 18 de dezembro); Dilma atinge 31% (ante 26% da pesquisa anterior); e Marina Silva fica com 10% (11% no levantamento de dezembro).

No cenário de um segundo turno, numa eventual disputa entre Serra e Dilma, o tucano aparece com 45% das intenções de voto e a petista com 41%. Ou seja, também em um eventual segunda etapa do pleito, Dilma encosta no tucano, apresentando uma diferença de apenas quatro pontos novamente. O levantamento realizado em dezembro apontava que, nessa situação, Serra teria 49% das intenções de voto e Dilma, 34%. Em outro cenário de segundo turno, Dilma vence com 48%, contra 26% de Aécio.

Aprovação recorde de Lula

A pesquisa avaliou também o índice de aprovação do presidente Lula. Na mostra, a aprovação ficou em 73% (de ótimo e bom). Na pesquisa de dezembro, este índice foi de 72%, o mais alto patamar de popularidade apurado pelo Datafolha.

É, os tucanos achavam que estava tudo dominado….

Mecânicos e Metalúrgicos em campanha salarial

Duas das maiores categorias de trabalhadores e trabalhadoras de Joinville e Região estão em campanha salarial a partir do último sábado – 27 de fevereiro. Ambas pedem aumento de 10% aproximadamente, além de outras cláusulas sociais. Os Mecânicos querem um piso único de R$ 800 contra R$ 511 e R$ 650, tomando por base a aprovação do salário mínimo estadual aprovado em 2009 e em vigor desde janeiro deste ano. A data-base é 1 de abril. Ambas as categorias não descartam paralisações para o caso do empresariado não acatar os pedidos.

Marcão Braga fora de A Notícia…

Recebi via twitter a notícia da saída do velho amigo e grande talento do jornalismo, Marco Aurélio Braga, mais conhecido como Marcão no meio jornalístico. Grande farejador de notícias, repórter investigativo premiado, Marcão tem mais bala na agulha do que o projeto atual de AN oferece. Talvez tenha sido isso o estopim para a sua saída. Não falei com ele, mas espero que o seu destino seja o melhor possível. Afinal, ele vai ser papai em breve – tava na hora né Marcão!! – e precisa ganhar a vida. Forte abraço amigo véio… e sucesso!!

Na sessão em homenagem ao ex-governador Pedro Ivo Campos

Estou agora na sessão solene em memória do ex-Prefeito e ex-Governador Pedro Ivo Campos. Tive a honra de elaborar o jornal que o PMDB queria editar em sua memória. Aprendi muito ao pesquisar a sua história, sobre o quanto é importante a luta de cada um de nós por um mundo melhor.

Pedro Ivo faz falta ao mundo político de hoje, quando faltam seriedade, respeito a coisa pública, honestidade, ética e transparência. Se vivo, certamente condenaria os mensalões, os desvios, a falta de respeito. Que sua história seja sempre resgatada para que pelo menos algumas gerações possam mudar o atual estágio de coisas.

IIº Encontro de Roteiristas Latino-Americanos no Rio

Profissionais de países latino-americanos estarão reunidos no Rio de Janeiro, de 18 a 22 de novembro, no II Encontro de Roteiristas para discutir a linguagem cinematográfica, políticas para desenvolvimento de roteiro e a situação do mercado regional.

Na sexta-feira, dia 20, o evento contará com as presenças do secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Silvio Da-Rin,  e do coordenador-geral de Gestão Coletiva e Mediação em Direitos Autorais da Diretoria de Direitos Intelectuais da Secretaria de Políticas Culturais do MinC, José Vaz.

Na mesa de palestra Política Brasileira de Fomento ao Roteiro, o secretário Silvio Da-Rin vai discorrer sobre O Valor da Criação e o coordenador José Vaz sobre O Direito de Autor e os Direitos Culturais. A participação dos representantes do MinC poderá ser acompanhada, a partir das 16h30, no endereço weconf.rnp.br/minc.

Em sua segunda edição, o encontro amplia as discussões para a América Latina e reúne diretores e roteiristas da região para debaterem a diversidade e a estética de cada cultura, as políticas para desenvolvimento de roteiro, os direitos autorais e a situação do mercado profissional.

Mauro Mariani reassume mandato em Brasília

mauro_em_brasilia_-_arquivo.JPGO deputado federal Mauro Mariani (PMDB) reassume o mandato nesta quinta-feira (19) para apresentar suas emendas individuais ao Orçamento da União para 2010 em Brasília. O parlamentar estava licenciado desde fevereiro deste ano para comandar a Secretaria de Infraestrutura de Santa Catarina, cargo que já ocupou por três vezes a convite do governador Luiz Henrique da Silveira (2005-6, 2007-8, 2009), representando o PMDB em uma das pastas mais importantes do governo estadual.

Mauro Mariani é o deputado federal mais votado da história do PMDB catarinense obtendo 171.139 votos nas eleições de 2006. O deputado federal terá à sua disposição o valor de R$ 12,5 milhões para distribuir aos municípios através das emendas individuais a que tem direito para o Orçamento da União em 2010. Em 2008 Mariani destinou R$ 10 milhões em emendas para as áreas de infraestrutura, agricultura, saúde, assistência social e cultura, aprovadas no final de 2008 para o Orçamento deste ano que está em execução. Com o retorno de Mauro, José Carlos Vieira retorna à suplência.

Brasil chega a 1,1 milhão de empregos em 2009

Em outubro, foram gerados no Brasil 230.956 novos postos de trabalho, aumento recorde de empregos com carteira assinada, em relação ao mesmo período dos anos anteriores. O saldo de 2009 chega a 1.163.607 novas vagas de emprego, ultrapassando a marca de um milhão de empregos prevista pelo ministro Carlos Lupi desde o início do ano. Com o resultado, o Brasil alcança a inédita marca de 33.156.909 trabalhadores empregados com carteira assinada no país.