Piquenique na Praça é um programa diferente para domingo em Joinville (SC)

Lideranças e moradores do bairro Boa Vista em Joinville (SC) estão sendo convidados pela JCI Joinville a fazer um programa diferente.

A entidade organiza para a tarde deste domingo, 30 de agosto, um piquenique comunitário na Praça Cecy Maia, em frente ao Hospital Regional. O encontro ocorrerá das 15 às 17 horas.

A ideia, segundo a presidente da entidade, Lena Souza, é incentivar a comunidade a se apropriar dos espaços públicos e transformá-los, para que possa usufruir adequadamente deles.

O piquenique de domingo é para planejar as ações necessárias às melhorias na Praça Cecy Maia. A iniciativa deve ser levada para outros espaços públicos da cidade. O projeto ganhou o nome de “Você é a Mudança”.

“Nosso objetivo é revitalizar os espaços públicos partindo de melhorias nos aspectos físicos para chegar num maior engajamento e identificação da comunidade com as praças de Joinville, a fim de que elas sejam um espaço de convivência e integração”, destaca Lena Souza.

“Importante ressaltar que esta ação é um exercício de democracia em escala local, um movimento de cidadania e concretização social e urbana. Uma maneira que as pessoas têm de se manifestar, de maneira inteligente e propositiva, por melhorias imediatas nas suas condições”, acrescenta a presidente da JCI Joinville.

Todos que quiserem participar serão bem-vindos e devem levar alimentos para o piquenique comunitário, que terá animação musical e atividades recreativas. Mais informações: (47) 8405-4275 e contato@jcijoinville.org.br.

Objetivos específicos do projeto:

  1. Impactar positivamente a comunidade.
  2. Fortalecer a relação afetiva da população local com os espaços públicos.
  3. Evidenciar o potencial de espaços ainda pouco utilizados como local de convivência.
  4. Fazer com que a comunidade se sinta corresponsável pela conservação do espaço público, estimulando um sentimento de pertencimento.
  5. Testar possibilidades de ocupação e reivindicar infraestrutura permanente que melhore a qualidade das praças como espaço público.
  6. Contribuir para uma melhor qualidade de vida da comunidade.
  7. Estimular o surgimento de novas opções de lazer gratuitas em espaços públicos.
  8. Incentivar o hábito das pessoas usarem as praças como espaço de interação social, seja para ler, praticar exercícios, levar os filhos para brincar, entre outros.
  9. Criar as condições para que o projeto possa ser replicado por outras instituições ou grupos sociais, e assim as ações de melhoria sejam sustentáveis no longo prazo e possam atingir um número maior de espaços públicos em um menor espaço de tempo.

 

O que é JCI
JCI é uma sigla que, traduzida do inglês, significa Câmara Junior Internacional. Não é ligada a nenhuma finalidade política nem participa de decisões governamentais.

Fundada em 1915 em St. Louis, Missouri (EUA), por Henry Gissenbier, a organização global de jovens cidadãos ativos cresceu como uma abordagem construtiva para problemas cívicos. O movimento se espalhou e, em 1944, foi fundado em outros oito países.

Hoje é uma organização da sociedade sem fins lucrativos de 200 mil jovens entre 18 e 40 anos de idade em 5 mil comunidades e mais de 100 países que buscam soluções objetivas para problemas específicos das comunidades.

Em Joinville, a organização está presente desde 1961. As oportunidades disponíveis na JCI são divididas em quatro áreas estratégicas de atuação: Individual, Internacional, Comunitária e Negócios.

Com informações da Ascom/CDL Joinville (SC)

Concerto de Inverno é atração de domingo (19) na Scar em Jaraguá do Sul (SC)

O Pequeno Teatro do Centro Cultural de Jaraguá do Sul recebe no domingo, dia 19, mais uma edição do Concerto de Inverno da Orquestra de Cordas da SCAR.

A apresentação às 19 horas marca o reencontro dos músicos com o público a cada estação do ano é aguardado com expectativa porque os concertos já se tornaram uma tradição do calendário da entidade.

Ingressos no valor de R$ 20,00 e R$ 10,00 podem ser adquiridos na secretaria. Informações pelo telefone (47) 3275-2477. Foi com o Concerto de Inverno, em 1987, o marco inicial da Orquestra de Câmara da SCAR, e para celebrar o momento na edição deste ano estarão no palco a formação completa com Camerata e Grupo de Câmara.

Fundador da orquestra, o maestro Ricardo Feldens mantém atuação firme no propósito de oferecer aos jovens músicos a oportunidade de aperfeiçoamento em um ambiente totalmente voltado para a música.

O trabalho do regente ocorre de maneira alegre e descontraída, porém sem deixar de lado as exigências quanto à importância da atenção, da concentração, do respeito para que o trabalho da orquestra ocorra com ritmo e harmonia.

Mais informacoes SCAR – Sociedade Cultura Artística – (47) 3275-2477 / scar@scar.art.br / www.twitter.com/scarjaragua.

Feijoada da APAE de Joinville 50 Anos será neste sábado (11/7), participe!

Feijoada-samba-Apae50anosMais um grande evento promovido pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Joinville (APAE Joinville) para marcar os cinquenta anos da instituição acontecerá no próximo sábado, 11 de julho, a partir das 10 horas: a Feijoada dos 50 anos da APAE.

Os ingressos estão a venda por apenas R$ 35,00 diretamente na sede localizada à rua José Elias Giuliari, 111 no bairro Boa Vista, ou ainda na loja Graves e Agudos no Shopping Cidade das Flores, em Joinville (SC).

Cada ingresso dá direito, além da feijoada feita com todo o carinho pelo time de voluntários da APAE, à uma camiseta personalizada e comemorativa dos 50 anos. O evento terá completo serviço de bar, e contará com samba e pagode com os grupos Fato Raro e Gigi e seus Bambas.

Toda uma estrutura está sendo montada para receber a comunidade que sabe do grande trabalho realizado há cinquenta anos na maior cidade catarinense. O presidente Jailson de Souza lembra que quem quiser ajudar com doações ou ser voluntário, basta se dirigir à APAE.

“Montamos um calendário de eventos para marcar esse cinquentenário de um trabalho maravilhoso iniciado por dona Lia Rosa Jardim de Santis, e continuado ao longo de cinco décadas por muitos cidadãos valorosos. Começamos com o Bolshoi e nossos alunos dançando na solenidade de abertura das comemorações, em abril, seguimos com a Festa Junina, e agora vamos realizar a feijoada, sempre com os olhos voltados à manutenção das atividades da instituição, que tem custos altos, bem como trazer a comunidade mais perto da APAE, para conhecer tudo o que fazemos. Esperamos todos lá no sábado”, convida Jailson.

Estrutura de atendimento de alto nível que precisa de apoio
Hoje a APAE atende 420 alunos diariamente, com uma média aproximada de dois mil atendimentos mensais nas mais diversas especialidades: odontologia, neuropediatria, psiquiatria, fonoaudiologia, terapia ocupacional, fisioterapia, psicologia, assistência social e nutrição. Há equipamentos especiais como o PediaSuit.

O método PediaSuit é uma abordagem holística para tratamento de pessoas com distúrbios neurológicos, como paralisia cerebral, atraso no desenvolvimento, lesões traumáticas cerebrais, autismo e outras condições que afetam as  funções motoras e funções cognitivas de uma criança.

A APAE mantém também o Centro Dia, acolhimento de pessoas com deficiência em situação de vulnerabilidade social em parceria com a Prefeitura de Joinville, entre outras parcerias.

Todo o procedimento tem como base um programa de exercícios específicos e intensivos. É um programa que estimula o crescimento e desenvolvimento de cada criança, trabalha a eliminação de reflexos patológicos e o estabelecimento de novos padrões de movimentos corretos e funcionais.

A APAE Joinville recebeu dois spiders conhecidos como gaiola que são usados para treinar a criança, aumentando a capacidade de isolar os movimentos desejados e fortalecer os grupos musculares responsáveis por esse movimento. A gaiola permite ganho de amplitude de movimento, ganho de força muscular e flexibilidade das articulações, bem como melhora das competências funcionais (foto anexa).

As atividades da instituição e toda a programação podem ser acompanhadas via site – http://joinville.apaebrasil.org.br – e sua página no Facebook – https://www.facebook.com/APAEdeJoinville.

Serviço:
O que: Feijoada dos 50 anos da APAE Joinville (SC)

Quando: sábado, 11 de julho

Onde: sede da APAE, rua José Elias Giuliari, 111 no bairro Boa Vista – Joinville

Hora: a partir das 10 horas

Valor: R$ 35,00 por pessoa com direito à camiseta personalizada dos 50 Anos, feijoada, e música ao vivo com Gigi e seus Bambas e Fato Raro

Locais de venda dos ingressos: APAE de Joinville – rua José Elias Giuliari, 111 no bairro Boa Vista e Loja Graves e Agudos no Shopping Cidade das Flores

Fones de contato: (47) 3431.7404 e (47) 3431.7403 e (47) 3431.7414

Rodeio Crioulo Nacional está confirmado em Joinville (SC) para o próximo final de semana (19, 20 e 21)

O Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Chaparral promove nos próximos dias 19, 20 e 21, em Joinville, o 39º Rodeio Crioulo Nacional.

A realização do mesmo foi confirmada após um acordo firmado entre a organização da festa, o Ministério Público e a Secretaria do Meio Ambiente de Joinville (Sema). O rodeio corria o risco de ser cancelado por conta de divergências a respeito de uma vala de drenagem localizada na propriedade.

O evento é um dos cinco maiores do gênero no Brasil, preparado para receber mais de 50 mil pessoas. Competições, atrações musicais, leilão de cavalos crioulos e gastronomia gaúcha fazem parte da programação da festa.

Durante o dia, as provas de laço e gineteadas serão disputadas por homens, mulheres, jovens e crianças. Os vencedores receberão troféus e prêmios em dinheiro, que variam de R$ 300 a R$ 2 mil. O valor das inscrições vai de R$ 20 a R$ 180.

Os bailes acontecerão em três palcos e serão animados por Ivonir Machado, além dos grupos Novos Garotos, Sarandeio, Só Vanerão e Portal Gaúcho, e da dupla Julian e Juliano.

Com ampla estrutura de 500 mil metros quadrados, o evento disponibilizará espaço para camping, com fornecimento de água e luz, bem como sanitários, inclusive para cadeirantes.

“O rodeio tradicionalista se transformou nos últimos anos em uma festa familiar. Prezamos por oferecer conforto para que as pessoas possam se acomodar durante os três dias”, destaca Ciro Harger, coordenador do encontro.

Os visitantes poderão contar com uma praça de alimentação de 2,5 mil metros quadrados, área de recreação infantil e estúdio fotográfico. Haverá ainda exposição de automóveis, feira de produtos coloniais, hortifrutigranjeiros, artigos de couro e artesanatos, entre outros.

Também consta na programação o 7º Leilão de Cavalos Crioulos, onde serão ofertados 25 animais puros com pedigree. O catálogo com o regulamento e fotos dos cavalos da raça crioulo está disponível no site parcerialeiloes.com.br.

As pessoas que adquirirem animais poderão participar de uma prova de laço e concorrer a uma moto zero quilômetro em 2016, na próxima edição do rodeio.

Serão oferecidos seguros voltados ao público, com cobertura para acidentes pessoais e furtos ou danos de veículos localizados no estacionamento do rodeio.

O Rodeio Crioulo Nacional ocorre em um local de belezas naturais, margeadas pelos rios Ribeirão e Cubatão. A festa recebe visitantes dos estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo e comitivas de outros países.

Em média, cerca de 700 empregos diretos são gerados nos três dias de rodeio. A programação completa do evento pode ser acessada no site www.guapos.com.br. Informações adicionais com Ciro Harger, pelo telefone (47) 9971-3251 ou pelo e-mail  ciroharger@gmail.com.

Números da última edição do evento
– 40 mil visitantes
– 10 mil pessoas acamparam no local
– 600 mil litros de água foram consumidos
– 3 mil competidores
– 2,5 mil animais

Serviço
Local: CTG Chaparral
Endereço: Estrada Alvino Souza do Nascimento, S/N – Pirabeiraba – Joinville
Entrada: R$ 10 por pessoa
Estacionamento: R$ 10 por veículo
Ingressos bailes: R$ 25 antecipados e R$ 30 na hora

Entenda o caso:
No final de maio a Câmara de Vereadores de Joinville concedeu à organização do Rodeio Crioulo Nacional um espaço na sessão ordinária para falar sobre os impasses que poderiam cancelar o evento neste ano. A presidência do órgão legislativo elaborou uma moção, que foi assinada pelos vereadores, demonstrando apoio à realização da festa.

O coordenador do rodeio, Ciro Harger, usou a tribuna para esclarecer à população a respeito da dificuldade em conseguir alvará de funcionamento junto à Secretaria do Meio Ambiente de Joinville (Sema).

A Sema efetuou uma vistoria no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Chaparral e emitiu parecer alegando que a propriedade desrespeita a Lei de Uso e Ocupação de Solo.

“O que eles afirmam ser um rio, trata-se de uma vala de drenagem, construída para escoar a água das chuvas e evitar alagamentos nas nossas terras e nas casas de mais de 30 famílias da região. Por que depois de quase 40 anos a prefeitura resolver discutir isso?”, questiona Harger.

De acordo com Ciro, foi contratada uma empresa especializada no segmento de engenharia ambiental. Segundo ele, o laudo é contrário ao posicionamento do Município.

Com informações da Ass. Imprensa 

Organização do 39o. Rodeio Crioulo Nacional entra na Justiça para garantir realização do evento

A organização do 39º Rodeio Crioulo Nacional protocolará nesta terça-feira, 2, junto ao Fórum de Joinville uma ação para que o evento possa ser realizado nos próximos dias 19, 20 e 21.

A medida será tomada por conta da dificuldade em conseguir alvará de funcionamento junto à Secretaria do Meio Ambiente de Joinville (Sema). A Sema efetuou uma vistoria no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Chaparral e emitiu parecer alegando que a propriedade desrespeita a Lei de Uso e Ocupação de Solo.

De acordo com Ciro Harger, existe uma divergência de opiniões. A Sema considera como um rio uma vala construída durante a administração do então prefeito Wittich Freitag, com o intuito de escoar a água das chuvas e evitar alagamentos na região.

O organizador complementa que foi contratada uma empresa especializada no segmento de engenharia ambiental. Os técnicos elaboraram um laudo contrário ao posicionamento do Município.

No último dia 27, a Câmara de Vereadores de Joinville concedeu à organização da festa um espaço durante a sessão ordinária para falar sobre o impasse que pode cancelar o rodeio neste ano. A presidência do órgão legislativo elaborou uma moção de apoio à realização da 39ª edição da festa tradicional na cidade.

O evento é um dos cinco maiores do gênero no Brasil, preparado para receber mais de 50 mil pessoas. Em média, cerca de 700 empregos diretos são gerados nos três dias de rodeio. No ano passado, a festa recebeu 40 mil visitantes, três mil competidores e 2,5 mil animais.

Cerca de 10 mil pessoas vindas dos estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo e até comitivas de outros países acamparam no local.

Feira do Livro de Joinville (SC) chegando ao final, confira a programação até domingo (19/4)

A 12ª Feira do Livro de Joinville entra na reta final com fôlego e programação recheada para os últimos três dias do evento. Leo Cunha, Jaílson de Almeida, Thomaz Muylaert e Lauro Cesar Muniz são alguns dos nomes que ainda passam pelo Expocentro Edmundo Doubrawa, que terá ainda o lançamento de livros de autores locais e atividades culturais.

Nesta sexta-feira, Leo Cunha faz uma homenagem à escritora brasileira Sylvia Orthof, grande nome da literatura infantil brasileira e uma das referências na carreira do escritor. O encontro “Memórias Literárias” começa às 9h30, no auditório.

Na sequência, no palco principal, a atriz joinvilense Carol Spieker faz contação de histórias do projeto “Rios de Alegria”, às 10h30 – haverá uma segunda sessão no mesmo local, às 15h.

As sessões de autógrafos terão as participações de Salvador Neto (Joinville), às 14h, Jailson de Almeira (São Paulo), às 14h30, e Sônia Pillon (Jaraguá do Sul), às 18h.

A Feira ainda traz a Joinville o estudante de direito Thomaz Muylaert, que tirou a nota máxima na redação do ENEM em 2003 e lançou pela Editora Giostri o livro “Dias Para uma Boa Redação”. A palestra será às 16h. Na parte musical, Ananias de Almeida participa do sarau “Espaço Autoral” com um show de violão erudito às 17h.

Convidados especiais no fim de semana
Lembrado principalmente pelo trabalho em novelas como “Roda de Fogo”, “O Salvador da Patría” e “Zazá”, Lauro Cesar Muniz é destaque da programação de sábado. Com suas obras completas para teatro recentemente reunidas e lançadas pela Editora Giostri, Lauro faz duas palestras no palco da Feira de Joinville: às 16h debate “A Escrita da Novela”, e às 19h “A Escrita do Teatro”.

A agenda de sábado inicia com o projeto “Rios da Alegria”, de Carol Spieker, às 9h. Ainda no período da manhã, Keylla Alvez distribui autógrafos no seu livro “Diário de um Fã” às 10h, e Renata Schiavon e Denise Ávila fazem um bate-papo sobre literatura infantil às 11h.

As autoras joinvilenses Beth Fontes e Maria Lúcia Rodrigues participam do “Encontro com o Escritor” às 15h, enquanto Ayton Brandão lança “À Sombra do Cinamomo” às 18h, seguido por “Aquele que Morreu de Amor”, de Inês Pozzagnolo.

No domingo, para encerrar a 12ª Feira do Livro de Joinville, destaque para a leitura de poemas de três apenados do Presídio Regional de Joinville, às 14h, projeto idealizado pelo juiz João Marcos Buch, titular da Vara de Execuções Penais da cidade. Haverá ainda sessão de autógrafo de “Tempo de Fuga”, da escritora Edilene Borinelle, às 15h e a palestra “A Literatura Fantástica no Brasil”, de Marcelo Hipólito, às 16h.

Programação

SEXTA (17/4)

9h – Abertura

9h30 – Memórias Literárias “Eu e Sylvia Orthof” – Leo Cunha – Auditório

10h30 – Contação de histórias – “Projeto Rios da Alegria” – Carol Spieker – Palco Principal

14h – Sessão de autógrafos – Salvador Neto (Joinville)

14h30 – Encontro com o Escritor – Jailson de Almeida (SP) – Palco Principal

15h – Contação de histórias – “Projeto Rios da Alegria” – Carol Spieker – Auditório

16h – Palestra “Redação para o ENEM” – Thomaz Muylaert (SP)- Auditório

17h – Sarau “Espaço Autoral” AMUJ – “Ananias Almeida” – Palco Principal

18h – Lançamento “Encontro com a paz e outros contos budistas” – Sônia Pillon (Jaraguá do Sul) – Auditório

21h – Encerramento

SÁBADO (18/4)

9h – Abertura

9h – Contação de histórias “Projeto Rios da Alegria” – Carol Spieker – Auditório

10h – Sessão de autógrafos – “Diário de um fã” – Keylla Alvez (PR) Auditório

11h – Bate-papo sobre literatura infantil – Renata Schiavon e Denise Ávila,  mediação de Jailson de Almeida  – Palco Principal

11h  – Sessão de autógrafo – “Lar, doce barata” – Ana Peres Batista

15h – Encontro com o Escritor –  Beth Fontes (Joinville) e Maria Lúcia Rodrigues (Joinville), autoras do livro “Sobre os Jardins” – Auditório

16h – Palestra “A escrita da novela” – Lauro Cesar Muniz (SP) – Palco Principal

18h – Lançamento“À sombra do Cinamomo”- Ayrton Brandão-Guaramirim – Palco Principal

18h30 – Lançamento-“Aquele que morreu de amor”- Inês Pozzagnolo (Joinville) -Auditório

19h – Palestra “A escrita do Teatro”- Lauro Cesar Muniz (SP) – Palco Principal

20h – Sessão de Autógrafo -“Estradas Paralelas-Vidas Desencontradas” Vera Oliveira (Joinville)

21h – Encerramento

DOMINGO (19/4)

10h – Abertura

11h – Contação de histórias – “Projeto Rios da Alegria” – Carol Spieker – Auditório

14h – Leitura de Poemas – Apenados do Presídio Regional de Joinville – Palco Principal

15h – Sessão de autógrafos – “Tempo de fuga” – Edilene Borinelle (Joinville) – Auditório

16h – Palestra – “A Literatura Fantástica no Brasil” – Marcelo Hipólito (SP) – Auditório

17h – Sarau “Espaço Autoral” AMUJ – “Miopia” – Palco Principal

20h – Encerramento

39o. Rodeio Crioulo Nacional de Joinville (SC) é transferido para junho

O Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Chaparral comunica que o 39º Rodeio Crioulo Nacional foi transferido para 19, 20 e 21 de junho. O evento aconteceria neste mês, em Joinville.

A Cidasc confirmou a detecção de um equino positivo para a doença mormo no município catarinense de São Cristóvão do Sul. De acordo com o órgão estadual, estão sendo tomadas medidas necessárias para sanear o foco e controlar o trânsito de animais, com objetivo de impedir a disseminação da bactéria.

Com informações da Ass. Imprensa do CTG

Vem aí o 39o. Rodeio Crioulo Nacional entre os dias 17 a 19 de abril em Joinville (SC)

O Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Chaparral promove nos dias 17, 18 e 19 de abril, em Joinville, o 39º Rodeio Crioulo Nacional. Competições, atrações musicais, leilão de cavalos crioulos e gastronomia gaúcha fazem parte da programação da festa. O evento é um dos cinco maiores do gênero no Brasil, preparado para receber mais de 50 mil pessoas.

Durante o dia, as provas de laço e gineteadas serão disputadas por homens, mulheres, jovens e crianças. Os vencedores receberão troféus e prêmios em dinheiro, que variam de R$ 300 a R$ 2 mil. O valor das inscrições vai de R$ 20 a R$ 180.

Os bailes acontecerão em três palcos e serão animados por nomes conhecidos, como João Luiz Corrêa e Ivonir Machado, além dos grupos Campeirismo, Só Vanerão e Portal Gaúcho e da dupla Julian e Juliano.

Com ampla estrutura de 500 mil metros quadrados, o evento disponibilizará espaço para camping, com fornecimento de água e luz, bem como sanitários, inclusive para cadeirantes.

“O rodeio tradicionalista se transformou nos últimos anos em uma festa familiar. Prezamos por oferecer conforto para que as pessoas possam se acomodar durante os três dias”, destaca Ciro Harger, coordenador do encontro.

Os visitantes poderão contar com uma praça de alimentação de 2,5 mil metros quadrados, área de recreação infantil e estúdio fotográfico. Haverá também exposição de automóveis, feira de produtos coloniais, hortifrutigranjeiros, artigos de couro e artesanatos, entre outros.

Serão oferecidos seguros voltados ao público, com cobertura para acidentes pessoais e furtos ou danos de veículos localizados no estacionamento do rodeio.

O Rodeio Crioulo Nacional ocorre em um local de belezas naturais, margeadas pelos rios Ribeirão e Cubatão. A festa recebe visitantes dos estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo e comitivas de outros países.

Em média, cerca de 700 empregos diretos são gerados nos três dias de rodeio. A programação completa do evento pode ser acessada no site www.guapos.com.br. Informações adicionais com Ciro Harger, pelo telefone (47) 9971-3251 ou pelo e-mail  ciroharger@gmail.com.

Números da última edição do evento
– 40 mil visitantes
– 10 mil pessoas acamparam no local
– 600 mil litros de água foram consumidos
– 3 mil competidores
– 2,5 mil animais

Serviço
Local: CTG Chaparral
Endereço: Estrada Alvino Souza do Nascimento, S/N – Pirabeiraba – Joinville

Xadrez: Udesc Joinville (SC) oferece cursos gratuitos

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville está com inscrições abertas para dois cursos gratuitos de xadrez nas modalidades iniciante e competitivo. A iniciativa é do Programa de Extensão, Núcleo de Estudos em Xadrez e Tecnologias (Next).

O curso para iniciantes terá 12 encontros, somando um total de 24 horas/aula (três meses) e exige que o aluno tenha idade superior a 13 anos. Já o curso de introdução ao xadrez competitivo tem outras exigências além da idade.

O aluno precisa possuir rating igual ou superior a 1600 pontos obtidos em competições do Next, Federação Catarinense de Xadrez (FCX), Confederação Brasileira de Xadrez (CBX) ou Federação Internacional de Xadrez (Fide), ou ter sido aprovado no Exame de Certificação Next Nível 1. Esse curso terá 24 encontros, somando 48 horas/aula (seis meses).

Os dois cursos terão início em 9 de abril e serão ministrados às quintas-feiras, das 18h55 às 20h35 (xadrez para iniciantes) e 20h40 às 22h20 (introdução ao xadrez competitivo). A turma para iniciantes possui 32 vagas e a turma para competidores tem 16.

Os interessados devem se inscrever pelo email cursos.nextxadrez@gmail.com, enviando as seguintes informações: curso de interesse; nome completo; idade; rating (se possuir); profissão e local de trabalho. Os alunos que concluírem o curso receberão certificados de participação e aproveitamento.

Da Assessoria de Comunicação da Udesc Joinville

Projeto Universidade para a Terceira Idade abre inscrições

Nesta quinta e sexta-feira, 5 e 6, o projeto de extensão Universidade para a Terceira Idade, da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville, receberá inscrições para a turma 2015. Foram abertas 25 vagas para pessoas com idade a partir de 60 anos, de ambos os sexos.

Batizado de Voo Livre, o projeto Universidade para a Terceira Idade existe na instituição desde 2004, com o intuito de proporcionar aos idosos a integração com os jovens universitários e a convivência no ambiente acadêmico.

Os integrantes do projeto participam, gratuitamente, de palestras, atividades de informática, música, cidadania e lazer. O projeto reiniciará em 12 de março, todas as terças e quintas-feiras, das 8h às 12h. Os interessados devem se inscrever pelo telefone 4009-7843 nos horários das 9h às 12h e das 13h30 às 17h.

Com informações da Ass. Imprensa da Udesc Joinville (SC)