Literatura – 9a. edição do Concurso Conto e Poesia do Sinergia tem inscrições abertas

 

nono-poesia-01-cartaz-002-1-aSegue até 09 de dezembro, as inscrições para a 9ª edição do Concurso Literário Conto e Poesia. De abrangência estadual, é aberto a todos os catarinenses residentes ou não no estado de SC, e não catarinenses residentes no estado.

Os participantes poderão apresentar até 3 textos inéditos (não publicados em livro) em cada gênero. Os contos não deverão exceder a seis páginas, e as poesias a três páginas.

A temática do concurso é livre e a premiação aos autores classificados é a publicação dos trabalhos em livro, além de 15 exemplares do mesmo.

A obra, contendo 15 contos e 30 poesias, é enviada para todas as bibliotecas públicas do Estado de Santa Catarina, entidades culturais do estado e do país. Para acessar o regulamento e ficha de inscrição: http://www.sinergia.org.br/paginas/noticia/65.

Em 1992 o Sindicato dos Eletricitários de Florianópolis – Sinergia lançava a primeira edição do concurso, com o objetivo de incentivar e dar acesso à escrita e leitura, além de ser uma ferramenta de diálogo do sindicato com a sociedade.

Vários dos classificados no concurso, nas oito edições anteriores, atuam hoje na área da literatura, produzindo e publicando em outros espaços.

O Concurso Literário Conto e Poesia é uma referência para o público e produtores da literatura catarinense, e tem sido um espaço de experiência e afirmação da qualidade dos escritores selecionados.

A comissão selecionadora é formada por escritores residentes em Santa Catarina. Já participaram Eglê Malheiros, Alcides Buss, Leonor Scliar-Cabral, Fábio Brüggemann, Regina Carvalho, Dennis Radünz, Raquel Stolf, Sérgio da Costa Ramos, Simone Schmidt, Carlos Damião, Tânia Ramos, o saudoso Salim Miguel, entre outros.

Com informações do Sinergia

Enem: gabaritos saem na quarta e resultado final no dia 19 de janeiro

Florianópolis – 31.07.09 Rep. Nanda Gobbi – Foto Diego Redel – Geral Assunto: Simulado Prova do Enem Personagens: Alunos do ensino médio fazem teste proposto pelo Diário Catarinense.
Florianópolis – 31.07.09
Rep. Nanda Gobbi – Foto Diego Redel – Geral
Assunto: Simulado Prova do Enem
Personagens: Alunos do ensino médio fazem teste proposto pelo Diário Catarinense.

Os estudantes terão acesso ao resultado final do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no dia 19 de janeiro.

No resultado,  poderão saber quanto tiraram em cada uma das quatro provas realizadas neste final de semana: ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática. Também terão acesso à nota da redação, cuja tema foi a intolerância religiosa no Brasil.

O gabarito será divulgado na quarta-feira (9), de manhã, no portal do Inep. O anúncio foi feito ontem (6) em coletiva de imprensa após o término do exame.

Teoria da Resposta ao Item
Mesmo com o gabarito em mãos, os candidatos não conseguirão saber a nota que tiraram porque o sistema de correção do Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada item.

O valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item que teve grande número de acertos será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos.

O estudante que acertar uma questão com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por aquele item. Dessa forma, o candidato só saberá a sua nota nas provas objetivas após a divulgação do resultado final, em janeiro.

Neste final de semana, mais de 8 milhões de candidatos fizeram o Enem em todo o país. As notas da prova podem ser usadas para pleitear vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas no ensino superior privado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Além disso, os candidatos com mais de 18 anos podem usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

Com informações da Ag. Brasil

Cultura – Abertas as inscrições do mecenato para o Simdec 2016 em Joinville (SC)

palavralivre-simdec-2016A Prefeitura de Joinville, através da Fundação Cultural de Joinville, lança nesta quinta-feira (3/11) o Mecenato Municipal de Incentivo à Cultura (MMIC), do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec) 2016.

Orientações sobre inscrição e documentação do processo estarão acessíveis por meio do assunto Cultura e turismo (https://www.joinville.sc.gov.br/assunto/cultura-e-turismo/), no site da Município.

Desde as 18 horas de ontem, quinta-feira (3/11), os interessados já podem inscrever projetos culturais. O período de inscrição encerra às 23h59min do próximo dia 15 de novembro.

Nesta edição, podem ser inscritos projetos em 19 modalidades e será distribuído um montante de R$ 3.564.349,50.

O valor do projeto do Mecenato é autorizado com a renúncia fiscal de até 30% do pagamento de Imposto sobre Serviços (ISS) e Imposto Territorial Urbano (IPTU) de empresas joinvilenses.  Dessa forma, os recursos são captados através do apoio cultural (doação/patrocínio) dessas empresas.

Com informações da Ascom/PMJ e FCJ

ENEM – Simulados e vídeo aulas ajudam estudantes que farão o exame

Florianópolis – 31.07.09 Rep. Nanda Gobbi – Foto Diego Redel – Geral Assunto: Simulado Prova do Enem Personagens: Alunos do ensino médio fazem teste proposto pelo Diário Catarinense.
Florianópolis – 31.07.09
Rep. Nanda Gobbi – Foto Diego Redel – Geral
Assunto: Simulado Prova do Enem
Personagens: Alunos do ensino médio fazem teste proposto pelo Diário Catarinense.

A duas semanas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), estudantes que se preparam em casa para a prova relatam ansiedade com a proximidade das provas e seguem rotinas de estudos que incluem videoaulas e simulados na internet e em projetos gratuitos. O Enem será aplicado nos dias 5 e 6 de novembro e este ano soma 8,6 milhões de inscritos.

Igor Ferreira Costa, 17 anos, cursa o 3º ano do ensino médio em uma escola pública do município de Eusébio (CE) pela manhã, à tarde faz estágio e só tem tempo para estudar para o Enem à noite. Apesar do cansaço, ele consegue estudar entre três e quatro horas diárias para o exame.

Igor está investindo no treino das redações. Escreve três por semana e uma corretora da escola onde estuda revisa os textos. Nos dias que não faz redação, se dedica a outras disciplinas.

Os fins de semana também são preenchidos pelo estudo com um projeto de reforço de português gratuito que Igor frequenta no bairro onde mora. Ele diz que está “bastante ansioso” e que na escola os professores dão apoio psicológico para tranquilizar os estudantes.

“Eles ajudam tanto no psicológico quanto na parte de conhecimento. Nos dizem que, se não der certo nesse ano, podemos tentar novamente depois”, diz.

Estudos e afinidade
Igor conta que dedica mais tempo de estudo às matérias com que tem menos afinidade. “Estudo mais o que não tenho afinidade que é ciências humanas e a parte de matemática. Ciências da natureza estudo moderadamente porque tenho mais facilidade”, disse.

O candidato ainda está indeciso entre três opções de curso: química, agronomia e engenharia de gás e petróleo.

Também estudante do 3º ano do ensino médio em uma escola pública de São Paulo (SP), William Gabriel Fortes, 17 anos, diz que nesse período pré-exame “basicamente só estuda”. São cerca de seis horas de estudo por dia em casa antes de ir para aula, no período da noite.

O material mais usado por ele são vídeos na internet, principalmente os da plataforma Hora do Enem. “Até comprei apostilas, mas prefiro videoaula. Quando estou lendo a apostila não tem como pesquisar ali na hora se surge uma dúvida. Com os vídeos dá uma impressão de sala de aula, de ter um professor ali me explicando”, conta.

William Fortes diz que está ansioso desde que fez a inscrição para o Enem. “Na reta final, a ansiedade piora e o cansaço também. Quando estou cansado, paro um pouco o estudo e espero uns cinco minutos”, disse.

A meta do estudante é cursar medicina, mas ele não descarta a possibilidade de tentar inicialmente uma vaga para enfermagem. O candidato diz que só vai desacelerar o ritmo dos estudos na semana da prova.

A dica que ele dá a quem também está se preparando para o Enem é manter a motivação. “Quando você sabe o que quer fazer, tudo faz mais sentido e a motivação é o que dá força para manter o ritmo”.

Videoaula é a solução
A jovem Karolayne dos Santos, 18 anos, vai concluir este ano o ensino médio em uma escola pública no município de Nossa Senhora das Dores, em Sergipe, e como não tem condições de fazer cursinho, também recorre a videoaula para estudar em casa.

A rotina diária de quatro horas de estudo inclui a plataforma online Hora do Enem. Nos fins de semana, ela faz simulados disponíveis em sites da internet. “Sem a internet, acho que seria mais difícil porque eu só poderia contar com os livros e não tenho livros que são tão atualizados como o conteúdo das aulas na internet”, diz.

Para ficar por dentro das atualidades e garantir uma boa nota na redação, Karolayne lê notícias na internet e assiste telejornais. “Faço uma redação por semana. Pego temas que estão nos jornais e escrevo sobre o assunto”, explica.

Para a correção do texto, ela conta com a ajuda de uma amiga que faz cursinho e leva as redações de Karolayne para uma professora. Ela também está indecisa entre os cursos de administração, arquitetura ou agronomia.

Nessa reta final para o Enem, professores dão dicas como traçar um cronograma para organizar a rotina de estudos, resolver provas anteriores do exame e escrever pelo menos uma redação por semana.

Com informações do Portal Brasil e Ag. Brasil

Estudantes podem se inscrever no Sisu a partir de hoje

PalavraLivre-SiSu-inscricoes2016Começam hoje (30) as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Nesta edição, são ofertadas 56.422 vagas em 65 instituições públicas de ensino superior para o segundo semestre deste ano. As inscrições são feitas pela internet, no site do Sisu.

Podem participar os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 e não tiraram 0 na redação. As inscrições podem ser feitas até o dia 2 de junho.

Ao fazer a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu.

O candidato também deve definir se deseja concorrer a vagas de ampla concorrência, a vagas reservadas a ações afirmativas.  Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

Uma vez por dia é divulgada a nota de corte de cada curso, com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. A nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada.

O resultado será divulgado no dia 6 de junho e a matrícula deverá ser feita entre os dias 10 e 14. Aqueles que não forem selecionados poderão participar da lista de espera, entre 6 e 17 de junho.  Os candidatos na lista começarão a ser convocados a partir do dia 23 de junho.

Com informações da EBC

Fundação Cultural de Joinville (SC) seleciona músicos para a Orquestra Municipal

PalavraLivre-musicos-selecao-orquestra-joinvilleA Fundação Cultural de Joinville (FCJ) abriu o processo de seleção de 38 músicos bolsistas que irão compor a Orquestra Cidade de Joinville (OCJ).

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até o próximo dia 8 de julho, das 8 às 14 h, no setor de Licitação da FCJ – Avenida José Vieira, 315, América. O edital com maiores informações, documentação necessária e anexos está disponível no site da Fundação Cultural.

Destes 38 músicos bolsistas que serão selecionados, um atuará como spalla (corresponsável com o maestro pela condução da orquestra ), 12 como chefes de naipe (músicos líderes e responsáveis por naipes/seções ) e 25 como músicos instrumentistas e/ou instrumentistas oficineiros. O resultado da seleção deve ser divulgado no dia 26 de julho, no site da Fundação Cultural de Joinville.

Sobre a Orquestra Cidade de Joinville
A Orquestra Cidade de Joinville iniciou suas atividades em 2014 e é a única orquestra púbica do Estado de Santa Catarina. Tem por objetivo desenvolver intensa atividade musical em prol do crescimento cultural de Joinville e região, além de ajudar a formar músicos profissionais de alta qualidade.

Atualmente, a Orquestra é dirigida pelo maestro Martinho Lutero Klemann. Desde a sua criação, o grupo, que tem repertório que transita entre o erudito e o popular, realizou concertos gratuitos como o de Natal, o da Homenagem aos Imigrantes de Joinville e o do Dia Mundial do Rock, além dos concertos de sua temporada oficial e dos concertos itinerantes nos bairros da cidade.

Com informações da FCJ

Concursos públicos oferecem salários de até R$ 27 mil

PalavraLivre-concursos-publicosA prefeitura de Goiânia-GO prorrogou o prazo de inscrição do concurso público que foi aberto no dia 21 de abril e que deveria ter sido encerrado no último dia 19. A nova data é o dia 23 (segunda-feira). Como informamos na semana passada, o certame pretende preencher quase 5 mil vagas, com salários de até R$ 2,1 mil.

Essas vagas fazem parte do total de 15.506 que estão distribuídas em 24 estados e no Distrito Federal -estão de fora, até o momento, apenas os estados de Sergipe e Rondônia. Algumas inscrições se encerram a partir do dia 22 de maio e outras vão até o dia 04 de julho.

Hoje é o último dia de inscrição para concorrer a uma das 125 vagas oferecidas pela Prefeitura de Caaporã, cidade distante 45km de João Pessoa, na Paraíba. Elas estão distribuídas nas áreas médica, jurídica e educacional.

O maior salário, R$ 10 mil, é para o cargo de Médico Generalista, com carga horária de trabalho semanal de 40h. Mas é apenas para esta especialidade que o salário alcança dois dígitos antes do ponto. As remunerações para as demais vagas para esta área, como informado no Edital, não passam de R$ 1.200,00 para 20h semanais.

No extremo sul do país, em Santa Catarina, o Conselho Regional de Biblioteconomia está oferecendo uma vaga para início imediato e outra para o chamado “cadastro reserva”. O cargo de Bibliotecário Fiscal só poderá ser preenchido por quem possuir o curso superior em Biblioteconomia, registro no Conselho e CNH “B”.

O salário será um pouco superior a R$ 2,4 mil e a jornada de trabalho é de 40h semanais. A outra vaga é para Auxiliar Administrativo, cujo salário será de R$ 1.257,79. Para este cargo, o candidato aprovado deverá possuir o Ensino Médio completo.

As inscrições estarão abertas até o dia 31 de maio e as provas serão aplicadas no dia 19 de junho, no período da tarde e nas cidades de Florianópolis e Joinville.

Voltando ao nordeste brasileiro, na cidade piauiense de Barras, a prefeitura espera conseguir ocupar as 202 vagas disponibilizadas pelo concurso público que está sendo organizado pelo Instituto Legatus. Para aqueles que não concluíram o Ensino Médio há 52 vagas distribuídas em 7 cargos, com o salário base de R$ 880.

Para os que possuem o Ensino Médio completo, o salário não muda, exceto para o Agente Comunitário de Saúde, cujo salário ultrapassa modestamente os mil reais. Aos que possuem nível superior de ensino, a prefeitura disponibiliza 141 vagas para cargos na área médica, educacional, além de Engenharia, Assistência Social e Análise Ambiental. Os salários para esses cargos partem de R$ 1.050,00 e chegam a R$ 1.800.00.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 06 de junho pelo site do instituto, e valores são de R$ 52, R$ 72 e R$ 100, a depender do cargo almejado.

Na pequena cidade de Patrocínio Paulista, distante apenas 20km de Franca-SP, será realizado concurso público que disponibilizará oito vagas para todos os níveis de ensino. O menor salário, R$ 1.075,00, será de quem conseguir a única vaga de Cozinheira ou uma das duas de Monitor de Creche.

Para Operador de Máquinas, o salário passa um pouco de R$ 1,7 mil e a disputa deverá ser grande, pois há apenas duas vagas. As três vagas restantes do certame estarão disponíveis para quem possui graduação em Medicina. Para estes, o salário ultrapassa os R$ 12 mil. As inscrições estão abertas até o dia 29 de maio e deverão ser feitas pelo site da Consesp Concursos e custarão entre R$ 25 e R$ 50.

Com informações do Congresso em Foco

ENEM – Prazo para inscrições termina hoje às 23h59

Florianópolis – 31.07.09 Rep. Nanda Gobbi – Foto Diego Redel – Geral Assunto: Simulado Prova do Enem Personagens: Alunos do ensino médio fazem teste proposto pelo Diário Catarinense.

Hoje (20) é o último dia para os estudantes se inscreverem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O prazo termina às 23h59, no horário de Brasília, e as inscrições são feitas apenas pela internet, no site do Enem. As provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro.

No momento da inscrição, o participante deve ter em mãos o CPF, o número do documento de identidade e informar um endereço de e-mail. Deve informar se necessita de algum atendimento específico ou especializado e se é sabatista – aqueles que, por convicção religiosa, guardam o sábado, reservando o dia para descanso e oração.

É também na inscrição que o estudante informa se quer utilizar o resultado do Enem para certificação do ensino médio. Para isso, é preciso ter 18 anos completos até o primeiro dia das provas do exame.

A inscrição só é confirmada após o pagamento da taxa de R$ 68. O prazo para que isso seja feito é até as 21h59, no horário de Brasília, do dia 25. São isentos da taxa os estudantes concluintes do ensino médio em escolas públicas e os participantes de baixa renda.

Uma das novidades deste ano é que o estudante poderá pagar a taxa de inscrição em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios.

Aqueles que obtiveram isenção no Enem de 2015, não compareceram aos dois dias de provas, mas pretendem pedir nova isenção, devem justificar a ausência, conforme previsto em edital. Haverá campo específico para o esclarecimento no próprio sistema de inscrição.

A nota do Enem é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada por meio do programa Universidade para Todos (ProUni) e vagas gratuitas nos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e participar do Programa Ciência sem Fronteiras.

Com informações do MEC, Ag. Brasil

ENEM 2016 – Inscrições começam nesta segunda-feira (9/5)

PalavraLivre-enem2016Começam hoje (9) às 10h, no horário de Brasília, e terminam às 23h59 do dia 20 as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro. A taxa de inscrição será de R$ 68. As informações estão no edital do exame. A inscrição é feita pela internet, no site do Enem.

O participante deve ter em mãos, no ato da inscrição, o CPF e o número do documento de identidade. Deve também informar um endereço de email. Só é possível fazer a inscrição por email, assim, cada estudante deverá ter email próprio.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, vai usar o endereço e o telefone celular informado para se comunicar com o participante.

É na hora da inscrição que o participante informa se necessita de algum atendimento específico ou especializado e se é sabatista – aqueles que, por convicção religiosa, guardam o sábado, reservando o dia para descanso e oração. Eles podem fazer o exame após o pôr do sol.

O atendimento especializado é oferecido a pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia ou com outra condição especial. Já o atendimento específico é feito a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas.

É também na inscrição que o estudante informa se quer utilizar o resultado do Enem para certificação do ensino médio. Para isso, é preciso ter 18 anos completos até o primeiro dia de realização das provas do exame.

Confirmação
A inscrição só é confirmada após o pagamento da taxa de R$ 68. O prazo para que isso seja feito é até as 21h59, no horário de Brasília, do dia 25. São isentos da taxa os estudantes concluintes do ensino médio em escolas públicas e os participantes de baixa renda.

Uma das novidades deste ano é que o estudante poderá pagar a taxa de inscrição em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Até o ano passado, a inscrição era paga apenas nas agências do Banco do Brasil.

A nota do Enem é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada por meio do programa Universidade para Todos (ProUni) e vagas gratuitas nos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e participar do programa Ciência sem Fronteiras. Para pessoas maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado como certificação do ensino médio.

Com informações do MEC e EBC

FIES muda regras para facilitar preenchimento de vagas e abre inscrições em junho

PalavraLivre-fies-estudos-mecO Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terá inscrições antecipadas e regras mais flexíveis para ajudar a preencher todas as vagas ofertadas. As mudanças foram anunciadas ontem (27)  pelo Ministério da Educação (MEC) e serão implementadas no segundo semestre.

Segundo o ministro Aloizio Mercadante, a intenção é facilitar o preenchimento das vagas. No primeiro semestre, das 250 mil vagas com financiamento ofertadas, cerca da metade não foi preenchida.

As mais de 100 mil vagas remanescentes no processo seletivo do primeiro semestre que não forem preenchidas até o segundo semestre serão novamente ofertadas. A inscrição, que no ano passado ocorreu em agosto, será antecipada para o período de 14 a 17 de junho deste ano.

No dia 31 de maio, serão divulgadas as vagas selecionadas pelo MEC. O resultado do processo seletivo regular será divulgado no dia 20 de junho. O Rio de Janeiro terá, no entanto, calendário diferenciado devido aos Jogos Olímpicos. As datas serão divulgadas posteriormente.

“Vamos ter uma importante flexibilização no sistema e vários novos estímulos para que mais estudantes possam acessar o Fies”, disse Mercadante. Ainda não há previsão de quantas vagas serão ofertadas, Segundo Mercadante, serão mais que as 314 mil ofertadas no ano passado, e os recursos para o programa já estão assegurados.

Novas regras
As novas regras incluem a ampliação do prazo para conclusão da inscrição de cinco dias corridos para cinco dias úteis e maior autonomia para a instituição confirmar a matrícula do estudante, por meio da Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA).

Haverá também redução do patamar mínimo de prestação do Fies de R$ 100 para R$ 50. As mudaças valerão para os contratos firmados no segundo semestre.

O MEC também flexibilizou a oferta de cursos prioritários. Até o último processo seletivo, 70% das vagas eram ofertadas em saúde, engenharias e licenciaturas e pedagogia. Agora serão 60% para essas áreas.

De acordo com Mercadante, o remanejamento segue a demanda por esses cursos. Saúde terá metade das vagas nas áreas prioritárias, engenharia, 40%, e cursos para a formação de novos professores, 10%.

As vagas que não forem preenchidas no processo seletivo regular serão ofertadas novamente, com prazo específico para alunos inscritos que não foram aprovados.

Está prevista também etapa para que os estudantes que não foram aprovados no Fies do primeiro semestre concorram às vagas remanescentes. As que sobrarem poderão também ser ofertadas em outros cursos da mesma mantenedora de ensino.

O MEC mantém a exigência de o estudante tirar pelo menos 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para concorrer às vagas e de renda familiar de até 2,5 salários mínimos por pessoa.

“Essa é a nota [no Enem] que exigimos para o participante ter certificação do ensino médio. Não podemos dar uma bolsa subsidiada para estudante que tira nota abaixo da que deveria tirar para concluir o ensino médio. Isso seria rebaixar a qualidade. Não faremos isso”, afirmou o ministro.

Sobre o patamar da renda, Mercadante disse que existe uma demanda para que seja alterada para até 3,5 salários mínimos para que mais pessoas possam participar do programa, mas ressaltou que a questão ainda está sendo discutida.

Com informações do MEC e EBC