Um Pit Stop no Palavra Livre

Como já expliquei aqui no blog várias vezes, este espaço plural, informativo e de opinião é o jeito que entendo e gosto de fazer jornalismo. Creio na informação como uma ferramenta para ajudar pessoas que não encontram o que precisam em outros meios de comunicação, ou estão cansadas da mesmice. Por isso mantenho o Palavra Livre vivo desde 2008, sem dinheiro obscuro, sem agentes políticos ou públicos escondidos, só com minha vontade em fazer um trabalho em favor da sociedade. Sempre foi assim

Vivo do meu trabalho há 38 anos. Hoje, o que sustenta a minha vida é minha carreira profissional na comunicação, notadamente em assessoria de imprensa, consultoria em comunicação, planejamento estratégico, e treinamento. Por isso, várias vezes parei com a edição do Palavra Livre, porque sou reconhecido como um bom assessor de imprensa em SC e no país na política ou setores públicos especialmente, e vez ou outra sou contratado para trabalhar, ou em campanhas eleitorais. Isso voltou a acontecer agora, e de forma ética, deixo de publicar aqui notícias e opiniões sobre a política, seja municipal, estadual ou nacional. Sempre foi assim no Palavra Livre. O trabalho aqui é ético, em favor da sociedade.

Por isso daremos um rápido Pit Stop no Palavra Livre. Um dia, quando ele se tornar autônomo, auto-sustentável, quem sabe eu fique só por aqui, prestando o serviço essencial do jornalismo, mas enquanto este tempo não chega, vamos produzindo tudo dentro do que entendemos ser correto conosco, e principalmente, com quem acredita no editor, no Palavra Livre, e mais do que nunca, em respeito à quem nos lê e apoia. Nossa credibilidade e reputação é conhecida, e reconhecida. Não abrimos mão disso, ontem, hoje e amanhã também. Enquanto este editor estiver trabalhando profissionalmente em uma campanha eleitoral majoritária de SC, o Palavra Livre seguirá em silêncio respeitoso.

Mas, em breve, as campanhas acabam, e voltaremos a nutrir este espaço com a melhor informação, opinião, iluminando o que não se quer ver iluminado, noticiando o que não se vê em outros espaços. É assim que nascemos, e assim vamos prosseguir daqui a pouco, novamente. É só uma breve parada ética, e depois, seguiremos juntos! Obrigado aos leitores, apoiadores, fontes, tudo vale a pena se a alma não é pequena, já disse o grande poeta Fernando Pessoa! Até breve!

Salvador Neto

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.