Encontro virtual reúne gestores escolares da Grande Florianópolis

O Arranjo de Desenvolvimento da Educação (ADE) Granfpolis retomou os trabalhos do projeto Gestores Escolares em Movimento. Na manhã da quinta-feira, 4, cerca de 350 profissionais, entre diretores e coordenadores de escolas e secretários municipais de Educação dos 21 municípios da região da Grande Florianópolis, participaram de um encontro virtual que tratou sobre felicidade e bem-estar. O objetivo é retomar o contato com os gestores escolares e profissionais da Educação, acolher e transmitir uma mensagem positiva de forma alegre e bem humorada. Para isso, o encontro contou com a mediação do professor Nino Paixão, doutor em Ciências, palestrante e consultor na área de motivação, felicidade, saúde, educação, acolhimento, neurodesenvolvimento infantil, neuroaprendizagem e relação entre escola e família.

Paixão falou sobre o novo normal, o novo modelo de sobrevivência e o que podemos fazer para melhorar nossa vida e superar os desafios deste momento. “O que estava planejado para acontecer em 2025 está acontecendo agora e nós tivemos que nos adaptar. Temos encontrado oportunidades nesta crise, muitas descobertas de habilidades. O professor não é mais apenas professor, é o Classroom Influencer. Este é o momento de muito aprendizado para quando voltar à sala de aula saber não apenas passar o conteúdo da disciplina, mas lidar com uma nova criança que retorna para as salas de aula”, destaca.

De acordo com a secretária municipal de Educação de Alfredo Wagner, Valneide Terezinha da Cunha Campo, o isolamento social trouxe muitas dificuldades gestão escolar. “O cotidiano se transformou em incertezas, angústias, muita informação, tomadas de decisões rápidas em um cenário totalmente novo. O professor Nino Paixão foi assertivo ao falar que todo mundo foi tirado do seu lugar de conforto. No entanto, sair do conforto demanda um grande exercício diário e o projeto Gestores Escolares em Movimento está contribuído para isso. Para os gestores, proporciona um apoio mútuo. O  trabalho colaborativo é um caminho para superar incertezas e adversidades vivenciadas neste momento, além de ser um canal de diálogo, que prevê o acolhimento, a escuta e a troca de experiências”, conta.

O diretor do CEIM Dona Virgínia, de Biguaçu, José Dalvo Borba, confessou que não gosta muito de reuniões virtuais, mas disse que o encontro o surpreendeu. “Gostei bastante. Dentro dessa pandemia, nos abriu muitos caminhos para que possamos superar os obstáculos que nos cercam. Vejo os encontros do projeto com muita importância para nos aprofundar em um aprendizado cada vez melhor”, comenta.

O projeto tem a missão de aproximar os gestores escolares e ressaltar que eles fazem parte de um grupo, que ninguém está sozinho. “Compartilhando vivências, podemos encontrar soluções mais facilmente, pois ninguém tem uma resposta pronta. Estamos remando a partir do mesmo lugar – o que pode ser um momento de ricas aprendizagens. Os diretores saíram da palestra mais estimulados e animados, pois sabem da importância desses encontros para reduzir os prejuízos e fortalecer os laços de confiança de toda a comunidade escolar”, finaliza Valneide.

Salvador Neto

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.