Coronavírus em SC – Criciúma intensifica fiscalização sanitária

As fiscalizações realizadas no fim de semana em Criciúma apontaram uma adesão de 90% dos locais vistoriados ao decreto municipal apresentado na última quinta-feira (25), no combate à Covid-19. Dos 30 estabelecimentos visitados, apenas três não cumpriam as normas sanitárias exigidas e foram interditados.

Os números das ações agradaram o coordenador da Vigilância Sanitária de Criciúma, Samuel Bucco. “O resultado foi bastante positivo, com a maioria dos estabelecimentos conseguindo se adaptar às regras estabelecidas pelo decreto municipal. Queríamos que não fosse necessário o fechamento de nenhum deles, mas a adesão de boa parte já nos agradou muito”, destacou.

Bucco reforçou ainda que a fiscalização seguirá acontecendo na cidade e que o decreto será cumprido. “As ações continuam sendo desenvolvidas, tanto individualmente pelas instituições que integram o Grupo de Trabalho, como em conjunto com operações específicas para fiscalizar determinados segmentos econômicos”.

As ações do fim de semana contaram com o trabalho em conjunto da Vigilância Sanitária, Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT) de Criciúma, Defesa Civil, Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar. Denúncias sobre descumprimento de decreto podem ser feitas no telefone da Defesa Civil, no 199.

Nesta semana um número de WhatsApp será disponibilizado para denúncias por 24h. A ferramenta auxiliará no trabalho de fiscalização, no combate e prevenção à Covid-19.

Salvador Neto

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. No voluntariado, foi diretor voluntário da APAE. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.