Coronavírus – E os pedágios?

Diariamente circulam nos pedágios de todo o país milhões de pessoas. Diariamente em todo o país centenas de trabalhadores e trabalhadoras vivem dentro de cabines destes pedágios manuseando dinheiro em espécie, tocando as mãos de no mínimo 500 pessoas ao dia – talvez mais em grandes centros – podendo provocar, e já devem ter provocado, a disseminação do vírus Covid-19, o famoso Coronavírus. Já pensaram nisso?

Desde o início da quarentena e proibições de quase todas as atividades econômicas, a não ser as essenciais, a única que não paralisou foram os pedágios. O que teriam os pedágios de tão especial que não foram liberados para a população trafegar sem este contato humano e com dinheiro de mão em mão? Sabem o que isso pode ter significado? Transmissão em massa do Coronavírus. E tudo continua igual, nenhuma autoridade, nacional, estadual ou municipal, tomou providência. É caso de saúde pública como é o transporte coletivo, onde se movimentam pessoas e dinheiro de mão em mão.

Com a Palavra, as autoridades.

Salvador Neto

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 25 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. No voluntariado, foi diretor voluntário da APAE. Escreve para vários veículos de comunicação, entre eles o jornal ND, Portal ND+ e Grupo ND em Santa Catarina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.