Em março, Dionisos Teatro faz apresentações para mulheres

IMG_0024Contemplado no Edital de Concurso de Apoio à Cultura da Fundação Cultural de Joinville/Fundo Municipal de Incentivo à Cultura do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec), o projeto Circulação de Teatro Playback: Mulheres Em Cena, realizará sete (7) apresentações de Teatro Playback voltado para o tema da Mulher.

No mês de março, a Dionisos Teatro realizará apresentações de Teatro de Playback, de forma que mulheres envolvidas em diversos segmentos da sociedade e também do público em geral, possam contar suas histórias relacionadas ao universo feminino e seus diversos papéis sociais.

Numa sociedade em que a mulher ainda precisa brigar pelos seus direitos, através do compartilhar histórias e do fazer teatral, a Dionisos quer construir espaços de troca e empoderamento através das narrativas.

O projeto visa ainda atingir um público que geralmente não vai ao teatro, sendo que além de trabalhar um tema pertinente para a sociedade, através dele quer aproximar esse público do poder da arte e do teatro. Abaixo a programação completa. Todas as apresentações são gratuitas.

10/03/2015 – 19h

Local: CRAS Morro do Meio (Rua do Campo, 664 – Morro do Meio)

Parceria: Centro dos Direitos Humanos

11/03/2015 – 19h30

Local: Galpão Teatro AJOTE (Rua XV de Novembro, 1383 – América)

Parceria: Coletivo Mulher na Madrugada

12/03/2015 – 10h

Local: IFSC (Rua Pavão, 1337 – Costa e Silva)

Parceria: Programa Mulheres Mil

14/03/2015 – 14h

Local: Casa da Vó Joaquina (Rua Erivelto Martins, 669 – Ulysses Guimarães)

Parceria: Casa da Vó Joaquina

14/03/2015 – 19h30

Local: Casa Iririú (Rua Guaíra, 634 – Iririú)

Apresentação aberta ao público em geral

16/03/2015 – 15h

Local: Amorabi (Rua dos Esportistas, 510 – Itinga)

Apresentação aberta ao público em geral

17/03/2015 – 14h

Local: Galpão Teatro AJOTE (Rua XV de Novembro, 1383 – América)

Parceria: Consulado da Mulher

Sobre o Teatro Playback
O teatro playback é uma forma teatral em que os atores improvisam histórias reais contadas por pessoas da plateia, tendo a figura do condutor como elo entre os artistas e o público.

O nome em inglês, Playback Theatre, deriva da ideia de representar de volta (playing back) as histórias das pessoas da plateia. Criado em 1975 por Jonathan Fox e Jo Salas, já existem grupos que fazem teatro playback em mais de 50 países.

Numa apresentação de teatro playback, as pessoas são convidadas a contribuir mais ativamente com a experiência teatral, contando suas histórias, escolhendo os atores para representar os personagens e assistindo essa história ser recontada de forma artística.

É criado então um espaço íntimo, onde as pessoas podem rir e chorar, compartilhando suas histórias, criando um diálogo através da arte. O teatro playback se constitui numa prática que pode abranger experiências artísticas, de socialização e de pertencimento, porque carrega em seu bojo a idéia de arte como necessidade humana de encontro e comunhão.

Devido a sua grande versatilidade, o teatro playback pode ser feito em espaços simples, trabalhando com temas específicos ou apenas proporcionando um momento de diálogo e experiência estética.

O Teatro Playback na Dionisos Teatro
A Dionisos Teatro faz Teatro Playback desde 2008, tendo a pesquisa de Mestrado da atriz Clarice Steil Siewert como norteador do trabalho. O grupo já é referência desta prática no país, sendo convidado para apresentar na Conferência Internacional de Teatro Playback em Montreal em julho de 2015.

O grupo já fez formação com experientes praticantes: Antonio Vitorino (Curitiba), Magda Miranda (São Paulo), Rea Dennis (Australia) e Paulien Haackma (Holanda); além de cursos pelo Centro de Teatro Playback em Nova York (2013) e Curitiba (2014) com os criadores deste formato, Jonathan Fox e Jo Salas.

Salvador Neto

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.