Cheias em Joinville: Prefeitura promove audiência pública sobre obras no Rio Mathias no dia 10 de setembro

A Prefeitura de Joinville, por intermédio da Secretaria de Planejamento Orçamento e Gestão (Seplan), confirmou para o dia 10 de setembro a audiência pública para apresentação das obras previstas no projeto de controle de cheias do rio Mathias, na área central da cidade.

O local da audiência será o auditório da Mitra Diocesana, na rua Jaguaruna, 147, no centro. A Prefeitura vai apresentar justificativa técnica, descritivo técnico e operacional, principais interferências, cronograma de obras e orçamento.

A bacia do rio Mathias foi a primeira área ocupada de Joinville. Existem registros do problema de enchentes no local há mais de 100 anos.

As enchentes na bacia do rio Mathias são causadas, na avaliação dos técnicos, por dois componentes: a primeira é provocada pela variação de nível do rio Cachoeira, que sofre o efeito da maré na baia da Babitonga; e a segunda, provocada pela capacidade insuficiente da calha do rio, que se torna nula em periodos de maré alta.

O sistema de controle de cheias prevê a construção de galerias de desvio “by pass”, conduto forçado, implantação de comportas de maré, estação de bombeamento, galeria reservatório de detenção e muro de proteção. Com previsão de investimento de R$ 75 milhões, a obra deve ser concluída em 24 meses, com o início previsto para este ano.

Da PMJ

Salvador Neto

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 25 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. No voluntariado, foi diretor voluntário da APAE. Escreve para vários veículos de comunicação, entre eles o jornal ND, Portal ND+ e Grupo ND em Santa Catarina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.