Exposições e museus abertos para visitação entre dezembro e janeiro

Aproveite as férias e visite as exposições, os museus e espaços de memória de Joinville. Nos meses de dezembro de 2012 e janeiro de 2013, as unidades atendem os visitantes em horário especial. A visitação nos museus e espaços de memória são gratuitos. O Museu Nacional de Imigração e Colonização, o Museu de Arte de Joinville, a Estação da Memória e a sede expositiva do Museu Arqueológico de Sambaqui (Rua Dona Francisca, nº 600) atenderão os visitantes no período de 21 de dezembro de 2012 a 2 de janeiro de 2013, de terça-feira a domingo, no horário das 12h às 18 horas. Às segundas-feiras, os museus e espaços de memória permanecem fechados para limpeza e manutenção dos espaços.

Confira as exposições que estarão abertas para visitação no período de férias, todas com entrada gratuita.

Exposição 42ª Coletiva de Artistas de Joinville
O Museu de Arte de Joinville (MAJ) apresenta a exposição do projeto 42ª Coletiva de Artistas de Joinville. A mostra está organizada na Cidadela Cultural – Anexo 1, e apresenta as obras de 11 artistas joinvilenses: Ale Mello, Anderson Alberton, Cyntia Werner, Fernanda Zimermann, Juliano Jahn, Murilo Santos, Priscila dos Anjos, Renato Veiga, Ronaldo Diniz, Sérgio Adriano H. e Sonia Rosa. A exposição fica aberta para visitação até o dia 17 de fevereiro de 2013. Horário de visitação de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, sábado, domingo e feriado, das 12h às 18 horas. Nos dias 24, 25, 31 de dezembro de 2012 e 1º de janeiro de 2013, a unidade estará fechada de acordo com o ponto facultatico. De 21 de dezembro de 2012 a 2 de janeiro de 2013, a unidade atende seus visitantes de terça-feira a domingo, das 12h às 18 horas. Às segundas-feiras, os museus e espaços de memória permanecem fechados para limpeza e manutenção dos espaços.

Entrada gratuita.

Onde: Cidadela Cultural – Anexo 1 (Rua 15 de Novembro, 1.383 – América)

Informações: (47) 3433.4677 no museu

Exposição Memórias de Acervo: Clara Fernandes e Marta Berger
No Anexo 2, da Cidadela Cultural, o Museu de Arte apresenta a exposição Memórias de um Acervo: Clara Fernandes e Marta Beger. A artista Clara Fernandes apresenta três obras da série Abissais, que evidenciam tramas tecidas com fios de metal e cipó. Marta Berger expõe seus Casulos, dois objetos confeccionados com barbantes e tiras de papel, que já integram o acervo do Museu. A exposição fica aberta para visitação até o dia 17 de fevereiro de 2013. Horário de visitação de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, sábado, domingo e feriado, das 12h às 18 horas. Nos dias 24, 25, 31 de dezembro de 2012 e 1º de janeiro de 2013, a unidade estará fechada de acordo com o ponto facultatico. De 21 de dezembro de 2012 a 2 de janeiro de 2013, a unidade atende seus visitantes de terça-feira a domingo, das 12h às 18 horas. Às segundas-feiras, os museus e espaços de memória permanecem fechados para limpeza e manutenção dos espaços.

Entrada gratuita.

Onde: Cidadela Cultural – Anexo 2 (Rua 15 de Novembro, 1.383 – América)

Informações: (47) 3433.4677 no museu

Exposição Coletivo/Detalhe
A exposição Conjunto/Detalhe, mostra que integra as atividades do projeto AAPLAJ no  Circuito Catarinense II, apresenta os trabalhos de oito artistas de Joinville selecionados pelo curador Gleber Pieniz e cumprirá roteiro  de exposições e debates  por Mafra, Rio Negrinho, Timbó, São Bento do Sul e Florianópolis em 2013. Participam da  coletiva Fernanda Zimermann, Juliana Bortoletto, Juliana Georg Bender, Juliano Jahn, Márcia Camargo, Regina Marcis, Renato Veiga e Sonia Rosa. A mostra faz um recorte contemporâneo da produção da AAPLAJ e é composta por vídeo, objetos, trabalhos de técnica mista e instalações. Projeto contemplado no Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec), da Fundação Cultural de Joinville (FCJ). Visitação de 21 de dezembro de 2012 a 28 de fevereiro de 2013. Horário de visitação de terça-feira a sábado, das 14h às 17 horas. Entrada gratuita.

Onde: Galpão da AAPLAJ – Cidadela Cultural (Rua 15 de Novembro, 1.383 – América)

Informações: (47) 9949.4305 com Gleber Pieniz

Exposição Coisas a Olhar no Museu Sambaqui
A exposição Acervos do Museu Sambaqui: Coisa a Olhar apresenta artefatos e objetos do Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville que nunca haviam sido expostos e dos quais não há pesquisas conclusivas sobre a origem, função e etnia. Entre os objetivos da mostra, está a ideia de provocar no espectador a capacidade de olhar além do conforto das certezas e aproximar a comunidade das dúvidas que remetem à arqueologia. Horário de visitação de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, sábado, domingo e feriado, das 12h às 18 horas. Nos dias 24, 25, 31 de dezembro de 2012 e 1º de janeiro de 2013, a unidade estará fechada de acordo com o ponto facultatico. De 21 de dezembro de 2012 a 2 de janeiro de 2013, a unidade atende seus visitantes de terça-feira a domingo, das 12h às 18 horas. Às segundas-feiras, os museus e espaços de memória permanecem fechados para limpeza e manutenção dos espaços.

Entrada aberta à comunidade.

Onde: Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville (rua Dona Francisca, 600 -Saguaçu)

Informações: (47) 8402.4635 no Museu

Exposição relembra o artista Fritz Alt
A Casa Krüger, um dos atrativos do turismo rural em Joinville, é sede da exposição que conta a história do artista que virou ícone da arte na maior cidade do estado. A mostra Fritz Alt: Memória e identidade, organizada pelo Museu Casa Fritz Alt e Fundação Cultural, reúne parte do acervo do museu, como objetos, moldes, esculturas e fotos de algumas de suas obras. O visitante vai conhecer um pouco mais sobre a vida do artista joinvilense por meio de objetos, moldes, esculturas e fotografias. A mostra fica aberta diariamente das 9 às 17h. A entrada é aberta ao público e gratuita. Esta ação também recebe o apoio da Fundação Turística.

Onde: Casa Krüger (Rodovia SC-301 – Km-0 – Pirabeiraba)

Informações: (47) 3433.3811, no Museu Casa Fritz Alt

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.