Novembro azul – Dia Mundial do Diabetes

Durante o mês de novembro, quatro dos principais pontos da cidade de Joinville vão receber a iluminação de cor azul. A iniciativa é parte das ações do Dia Mundial do Diabetes, comemorado em 14 de novembro. A Rua das Palmeiras, o prédio da Prefeitura de Joinville, o Pórtico da cidade e a ponte que liga a rua Hermann August Lepper à rua Princesa Isabel estarão sob a luz diferenciada.

O Instituto de Diabetes de Joinville, com o apoio da Prefeitura, Sociedade Brasileira de Diabetes SC, Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia SC, Sociedade Joinvilense de Medicina entre outras instituições e empresas, desenvolveu uma programação com o slogan “educar para prevenir”. Serão realizados durante o mês exames gratuitos e palestras educativas.

O objetivo principal das ações é chamar a atenção para um problema que afeta milhões de brasileiros. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, o número estimado de diabéticos no país chega a 12.054.824 (baseado no último Censo 2010). O diagnóstico precoce da doença e o esclarecimento sobre as causas, sintomas e tratamentos são outras preocupações. O tema oficial deste ano, determinado pela International Diabetes Federation é “Diabetes: Proteja nosso Futuro”.

Por que a cor azul?
O azul é a cor o céu e também da bandeira das Nações Unidas – que representa a união entre os países. É a única entidade que pôde apelar aos governos de todos os lugares que era hora de reverter a epidemia global de Diabetes, que ameaça o avanço da economia e que causa transtornos para a sociedade como um todo.

Salvador Neto

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, coach e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC.Tem mais de 25 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. No voluntariado, foi diretor voluntário da APAE em Joinville (SC).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.