Sabonete e roupa leve ajudam a saúde íntima das mulheres

Ao contrário do que a maioria das mulheres pensa, lavar a região genital diversas vezes ao dia não é garantia de saúde. Isso porque a vagina é habitada por bactérias que formam a flora vaginal, protegendo a área e impedindo a proliferação de germes que causam doenças.

Segundo os médicos, lavagens em excesso, com produtos inadequados, retiram essa proteção natural e aumentam o risco de infecções.

“O sabonete comum é mais alcalino. Já a vagina tem ph mais ácido. O uso desse sabonete diminui a acidez natural, o que propicia o crescimento de germes. O sabonete líquido íntimo é mais adequado e pode ser usado diariamente”, afirma o ginecologista Eliano Pellini, da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia).

O médico ressalta que o uso do sabonete íntimo deve ser feito uma vez ao dia, durante o banho. Nas demais ocasiões, como quando a mulher urina, durante o período menstrual e mesmo na evacuação, o ideal, afirma Pellini, é que a limpeza seja feita apenas com água ou, se ela estiver fora de casa, com lenços umedecidos.

Segundo Maria Isabel Tavares, ginecologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, roupas e lingeries muito apertadas ou de tecidos grossos podem abafar o local e também provocar um desequilíbrio na flora vaginal. “A mulher tem de buscar o conforto. Na hora de dormir, o ideal é que ela fique sem calcinha ou use peças de algodão”, diz.

Agora

 

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.