Carros elétricos podem ficar isentos de IPI por 10 anos

Após várias tentativas de negociação de fabricantes de carros ecologicamente corretos de conseguir apoio do governo federal para importá-los ao País, o Congresso Nacional pode acabar agilizando os processos. Tramita em Brasília (DF) o Projeto de Lei 255/2010, de autoria do ex-senador Roberto Cavalcanti (PRB/PB), que prevê a isenção de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para elétricos e híbridos. Ela duraria pelo menos dez anos.

A exigência para que a cobrança de IPI seja suspensa, no entanto, é firme: o veículo, híbrido ou elétrico, precisa ser fabricado no Brasil. A ideia é incentivar a produção de carros sustentáveis em solo tupiniquim. Atualmente, o PLS 255/2010 está em análise na Comissão de Assuntos Sociais da Câmara do Senato. Se aprovado, passará à Comissão de Serviços de Infra-Estrutura, em um ainda longo caminho para ser sancionado como Lei.

Fonte: Auto Diário

 

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.