Boa Notícia – Retomadas as obras na rua Timbó

Retroescavadeiras, escavadeiras hidráulicas, carretas, caminhões e funcionários a postos. Equipes de trabalhadores e engenheiros iniciaram nesta terça-feira (14/2) a execução da galeria da rua Marquês de Olinda, que integra obra de macrodrenagem e pavimentação asfáltica (para controle de inundações e melhorias viárias com a abertura do binário Max Colin/Timbó) -, na sub-bacia do rio Morro Alto, nos bairros Glória e América.

Estas obras fazem do Projeto de Revitalização Ambiental e Qualificação Urbana em Áreas Elementares dos Rios Cachoeira, Cubatão e Piraí – Viva Cidade, que conta com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O primeiro ponto a ser retomado é a galeria da Marquês de Olinda, pois trata-se de uma interferência em via de grande movimento, considerado um ponto crítico. Outro motivo é que falta pouco para o término, já que foram executados 95% dos trabalhos- restam apenas 12 metros para a conclusão. Com o fim da intervenção, o trânsito volta ao eixo da própria Marquês, não no desvio feito ao lado da via.
Outro ponto que será retomado em seguida é a galeria da Timbó, na rua Conselheiro Arp. Esta é uma galeria mais longa que teve 50% dos serviços executados.

As obras estão sendo realizadas pela Catedral Construções Civis Ltda que assinou ordem de serviço no início do mês para a retomada das obras porque a empresa CBEMI paralisou os serviços em outubro de 2011.

A Catedral deverá realizar as seguintes obras: demolição de cinco pontes e uma galeria; construção de seis pontes; complementação de duas galerias “by pass”, sendo uma de 10 m e outra de cerca de 150 m; desassoreamento e contenção do rio Morro Alto; pavimentação asfáltica e arborização da rua Timbó.

Da Prefeitura de Joinville

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.