China quer investir R$ 200 milhões para montar trens no Brasil

Com contrato fechado para fabricar 34 trens para o governo do Rio, a empresa vai investir R$ 200 milhões numa unidade na cidade de Três Rios (RJ), próxima à divisa com Minas Gerais. Atualmente, a CNR mantém produções na Ásia, na Austrália e na África. A construção dos trens no Rio era uma das exigências da licitação para a compra de novas composições. Uma primeira encomenda para 30 trens, adquiridos por US$ 166 milhões (R$ 300 milhões), está em produção na China. O início das entregas está previsto para o fim do ano.

A companhia chinesa vai se instalar na fábrica da TTrans, que funciona há 12 anos na cidade. As duas empresas firmaram acordo de cooperação técnica. A atual unidade da TTrans está com 70% de capacidade ociosa, que será ocupada pela CNR. Atualmente, a fábrica tem 170 funcionários. Com a chegada dos chineses, a previsão é alcançar 2.500 trabalhadores. Os R$ 200 milhões serão investidos na aquisição de maquinário e modernização da planta já existente.

Três Rios, cidade com população estimada em 76 mil habitantes, tem tradição ferroviária. Era lá que funcionava a Companhia Industrial Santa Matilde, uma das principais fabricantes do setor nos anos 1970. Além da mão de obra local já habituada ao setor ferroviário, incentivos garantiram a entrada dos chineses, que ficarão isentos de pagar ICMS sobre a produção dos trens encomendados pelo governo do Rio e operados pela concessionária SuperVia.

Terreno
A Prefeitura de Três Rios já garantiu a cessão de um terreno vizinho de 12 mil metros quadrados, caso a empresa chinesa queira ampliar suas operações. Além de já ter encomendas em outros Estados, a CNR tem tecnologia para fabricar peças e vagões do trem-bala. “Temos a segurança de que os chineses vão permanecer por mais tempo, já que o contrato prevê que eles farão a manutenção dos trens. Haverá demanda por longo período”, diz o prefeito Vinicius Farah (PMDB).

A CNR também é a fornecedora dos 19 trens comprados pelo Metrô Rio por US$ 148,2 milhões (R$ 266 milhões). O primeiro deles tem previsão de chegada ao Rio no fim de 2011. Com a vinda dos chineses, Três Rios projeta crescer 21% nos próximos dez anos. Segundo dados da prefeitura, 91 novas empresas do ramo industrial se instalaram na cidade nos últimos 30 meses. A cidade receberá também nova fábrica da Nestlé, cujo investimento previsto chega a R$ 163 milhões.

Da CNM/CUT

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.