Estresse infantil: como evitar?

Está comprovado: críticas dos adultos e atividades em excesso tensionam a crianças. Saiba o que fazer quando uma criança está estressada

Não delegue muitas tarefas para os seus filhos. As crianças precisam ter tempo para estudar, descansar e, principalmente, brincar
Assim como os adultos, as crianças também passam por períodos de estresse. Excesso de compromissos, responsabilidades além da conta, críticas nada construtivas: essa combinação de fatores tem acendido o pavio do descontrole emocional entre os pequenos, alerta o Isma-BR, representação brasileira da International Stress Management Association.

“Os pais estão errados quando reclamam de uma nota baixa na escola dizendo ao filho que ele nunca faz a coisa certa. Eles não focam no problema, mas na criança”, explica a psicóloga Ana Maria Rossi. De acordo com ela, críticas que não apresentam opções construtivas e exemplos de como agir diferente só estressam a garotada.

O que fazer para evitar que seu filho seja uma criança estressada?

Na hora da critica: foque sempre no comportamento e não na criança. Explique o problema e sugira soluções para que seu filho perceba como pode fazer diferente.

Responsabilidades: não delegue tarefas que não sejam compatíveis com a idade. Se perceber dificuldades repentinas de relacionamento, é sinal de que algo está errado.

Lazer: as crianças precisam ter tempo para estudar, descansar e, principalmente, brincar

Ritmo de aprendizagem: cada criança tem um ritmo diferente para se desenvolver e aprender. Os pais devem prestar atenção nisto e nunca cobrar que o filho seja igual ao irmão ou ao coleguinha da escola.

A escola: o perfil da escola deve se adequar ao perfil da criança

Mdmulher

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.