Presídio Regional de Joinville recebe novo nome em homenagem à PM nesta quarta (23)

Na quarta-feira (23), o Presídio Regional de Joinville homenageia o soldado que morreu prestando serviços à comunidade. Em outubro de 2009, Jacson de Souza se encaminhava para atender uma ocorrência de fuga da unidade quando a viatura em que estava chocou-se contra um trem no cruzamento da Av. Getúlio Vargas, em Joinville. Um dia que parecia normal para o soldado do pelotão de Patrulhamento Tático se transformou no seu último dia de trabalho e de vida.

Como forma de homenagear o polícial, o presídio passa a ter o nome do soldado. Através da Lei 15.370 de 16 de novembro de 2010, a unidade passa a se chamar Presídio Regional Sd. Jacson de Souza. Nesta quarta-feira, às 17h, acontece a solenidade que oficializa a mudança na nomenclatura e o descerramento de uma placa para o PM.

A iniciativa partiu do diretor da Penitenciária de Joinville, Richard Harrison, que além, de colega de trabalho, era um grande amigo. Segundo Harrison, os dois se conheceram quando na Polícia Militar em 1994 e Jacson se destacava pelo esmero e empenho com que exercia a profissão. “Ele sempre foi um policial exemplar. Além de ser um ótimo profissional, era um amigo e conselheiro de todos os colegas”, comenta.

O diretor explica que a homenagem é uma maneira de trazer um pouco de conforto à família e deixar para sempre a marca de quem lutou pela segurança pública acima da própria vida. “Jacson foi a concretização do nosso juramento: “a manutenção da ordem pública e à segurança da comunidade, mesmo com o risco da própria vida”. Como nada mais podíamos fazer, esse foi o modo de mostrar nosso respeito e admiração por esse grande policial”, encerra Harrison.

Penitenciária de Joinville

Autor: Salvador Neto

Jornalista, escritor, e consultor. Editor do Palavra Livre, apresentou o programa de entrevistas Xeque Mate na TV Babitonga Canal 9 da NET entre 2012/2014 e vários programas de rádio em SC. Tem mais de 30 anos de experiência nas áreas de jornalismo, comunicação, marketing e planejamento. É autor dos livros Na Teia da Mídia (2011) e Gente Nossa (2014). Tem vários textos publicados em antologias da Associação Confraria das Letras, onde é membro fundador e foi diretor de comunicação. Como freelance, escreve para vários veículos de comunicação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.